ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
17 de maio de 2018
Voltar
Editorial

Inovação tecnológica, a chave para um novo ciclo que desenvolvimento

A tecnologia é um importante facilitador e otimizador de recursos, assumindo, a cada dia, maior importância estratégica na gestão dos mais variados negócios, em diferentes áreas da economia. Desde o planejamento, à gestão do negócio, passando pela pesquisa de novos materiais e soluções, produção, relação com a concorrência e aferição dos resultados, não é de hoje que empresários vem travando uma batalha ferrenha para incorporar as novidades tecnológicas e tirar delas tudo o que puder para aumentar suas chances de sucesso.

No mundo da construção não é diferente. Extremamente vulnerável às crises econômicas e aos revezes políticos, e sujeita ainda a uma concorrência feroz, esta área da economia tem enfrentado “tsunamis” vindo de várias direções. No Brasil, ela só não se encontra em situação mais difícil graças à sua capacidade de se reinventar, usando a tecnologia como principal ferramenta.

As inovações tecnológicas facilitam ao mesmo tempo o acesso e a oferta de serviços de qualidade, tornando as gestões de empreendimentos mais dinâmicas. A tecnologia facilita o desenvolvimento de projetos, antecipa seus resultados, permite o teste de novos materiais e soluções, graças à análise de modelos virtuais precisos, oferecendo suporte e controle dos processos ao longo das várias etapas da execução dos projetos, agregando sustentabilidade, segurança, e reduzindo tempos e cus


A tecnologia é um importante facilitador e otimizador de recursos, assumindo, a cada dia, maior importância estratégica na gestão dos mais variados negócios, em diferentes áreas da economia. Desde o planejamento, à gestão do negócio, passando pela pesquisa de novos materiais e soluções, produção, relação com a concorrência e aferição dos resultados, não é de hoje que empresários vem travando uma batalha ferrenha para incorporar as novidades tecnológicas e tirar delas tudo o que puder para aumentar suas chances de sucesso.

No mundo da construção não é diferente. Extremamente vulnerável às crises econômicas e aos revezes políticos, e sujeita ainda a uma concorrência feroz, esta área da economia tem enfrentado “tsunamis” vindo de várias direções. No Brasil, ela só não se encontra em situação mais difícil graças à sua capacidade de se reinventar, usando a tecnologia como principal ferramenta.

As inovações tecnológicas facilitam ao mesmo tempo o acesso e a oferta de serviços de qualidade, tornando as gestões de empreendimentos mais dinâmicas. A tecnologia facilita o desenvolvimento de projetos, antecipa seus resultados, permite o teste de novos materiais e soluções, graças à análise de modelos virtuais precisos, oferecendo suporte e controle dos processos ao longo das várias etapas da execução dos projetos, agregando sustentabilidade, segurança, e reduzindo tempos e custos.

Sem fugir do clichê, podemos afirmar que em tempos de crise vai mais longe quem consegue fazer mais com menos recursos. Nesse contexto, o uso da tecnologia para gestão de obras tem impacto direto no desempenho dos negócios.

Para ser chamada de inovação, uma ideia nova deve ser replicável a um custo econômico viável e atender às necessidades específicas de um setor. Precisa criar oportunidades para que os gestores das empresas aumentem a capacidade de renovar suas estruturas organizacionais, seus processos e produtos, bem como ampliar os laços cooperativos com outras instituições na cadeia da construção.

Fomentar esse processo, consolidando e difundindo as inovações tecnológicas, estreitando os laços corporativos a fim de elevar o patamar da tecnologia do setor da Construção, tem sido o papel da Sobratema - Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, desde a sua criação, há cerca de 30 anos. Nesse sentido, a entidade vem promovendo ações de cunho técnico, educacional e informativo, divulgando conhecimento, novos processos, métodos construtivos, materiais e sistemas, e assim contribuindo de maneira relevante para o desenvolvimento de toda a cadeia produtiva da Construção e da Mineração, inserindo-as no mercado globalizado.

A associação deu importante passo nessa direção ao se associar à Messe München, maior promotora de eventos profissionais do mundo (organizadora da bauma – maior feira de equipamentos do mundo), para ampliar a força da já tradicional M&T Expo – Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração. Em sua 10ª edição, a M&T Expo, que agora passa a ser promovida pela Messe Müchen do Brasil, consolida-se como a principal vitrine para lançamentos de inovações tecnológicas em equipamentos e soluções para a construção e mineração na América Latina.

O evento, que acontecerá de 5 a 8 de junho, no São Paulo Expo, em São Paulo, reunirá os principais players da cadeia mundial de fornecedores para esses setores, atraindo a atenção de empresários, engenheiros, arquitetos, estudantes, pesquisadores, profissionais das principais construtoras e mineradoras etc, conectando expositores de todos os continentes a compradores locais e globais. São esperados cerca de 45 mil visitantes.

É a Sobratema reafirmando seu papel de promotora da troca de informações, do intercâmbio tecnológico, divulgando novas tendências e estimulando o relacionamento entre os representantes dos diversos setores da indústria da construção, preparando o setor para um novo estágio de amadurecimento econômico do País.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade