ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
15 de outubro de 2016
Voltar
Construção Industrial

Controle de processos e sustentabilidade em fábrica da Jaguar Land Rover no Rio

Racional Engenharia entrega em 14 meses a primeira fábrica do grupo fora do Reino Unido

A Racional Engenharia foi a responsável pelo projeto e construção da primeira fábrica totalmente própria da Jaguar Land Rover fora do Reino Unido. A inauguração da unidade, em 14 de junho, no município de Itatiaia (RJ), marca uma nova fase da empresa em sua estratégia de expansão global. A planta tem 55 mil m² de área construída e ocupa um terreno de 600 mil m² às margens da Via Dutra. Em todo o projeto, envolvendo obras civis e a integração de tecnologias de ponta, foram investidos R$ 750 milhões. A planta tem capacidade instalada para produzir 24 mil veículos por ano.

No processo de montagem, fornecedores nacionais ficarão responsáveis pelo fornecimento de bancos, vidros e sistema de escapamento. Todos os componentes restantes chegam prontos de fora e são montados no local, em regime de CKD. Os primeiros modelos montados na unidade são o Evoque e o Discovery Sport. Além de compartilhar a base, os utilitários dividirão também motores: 2.0 a gasolina, quatro cilindros, com turbo (240 cv de potência e 34 kgfm de torque); ou 2.0 turbodiesel, também de quatro cilindros (190 cv e 42,8 kgfm). A transmissão será sempre automática de nove marchas da ZF.

Para o Evoque, a expectativa é que as versões mais vendidas sejam em sua maioria a gasolina. No Discovery, a versão a diesel deve ser a mais procurada. Os motores serão importados da Inglaterra – não há previsão de nacionalização.

Design-builder

Nesse empreendimento, a Racional desempenhou o papel de design-builder, ficando responsável pelo desenvolvimento dos projetos, concomitantemente com a execução da obra, o que possibilitou a entrega da fábrica no prazo extremamente desafiador de 14 meses. Além disso, foi adotada uma estratégia, em conjunto com os subcontratados da Jaguar Land Rover, para que toda a montagem dos equipamentos fosse feita em paralelo à fase de construção da fábrica.

Todas as expectativas foram alinhadas previamente com o cliente, desde as iniciativas para obtenção da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) até o prazo de entrada dos subcontratados da fábrica antes do término da etapa da construção, para que eles pudessem realizar os testes e assim dar início à produção.

A modalidade de contratação Design-build permitiu que a Racional aplicasse toda a sua expertise desde o início do projeto. O fato de ser a única con


A Racional Engenharia foi a responsável pelo projeto e construção da primeira fábrica totalmente própria da Jaguar Land Rover fora do Reino Unido. A inauguração da unidade, em 14 de junho, no município de Itatiaia (RJ), marca uma nova fase da empresa em sua estratégia de expansão global. A planta tem 55 mil m² de área construída e ocupa um terreno de 600 mil m² às margens da Via Dutra. Em todo o projeto, envolvendo obras civis e a integração de tecnologias de ponta, foram investidos R$ 750 milhões. A planta tem capacidade instalada para produzir 24 mil veículos por ano.

No processo de montagem, fornecedores nacionais ficarão responsáveis pelo fornecimento de bancos, vidros e sistema de escapamento. Todos os componentes restantes chegam prontos de fora e são montados no local, em regime de CKD. Os primeiros modelos montados na unidade são o Evoque e o Discovery Sport. Além de compartilhar a base, os utilitários dividirão também motores: 2.0 a gasolina, quatro cilindros, com turbo (240 cv de potência e 34 kgfm de torque); ou 2.0 turbodiesel, também de quatro cilindros (190 cv e 42,8 kgfm). A transmissão será sempre automática de nove marchas da ZF.

Para o Evoque, a expectativa é que as versões mais vendidas sejam em sua maioria a gasolina. No Discovery, a versão a diesel deve ser a mais procurada. Os motores serão importados da Inglaterra – não há previsão de nacionalização.

Design-builder

Nesse empreendimento, a Racional desempenhou o papel de design-builder, ficando responsável pelo desenvolvimento dos projetos, concomitantemente com a execução da obra, o que possibilitou a entrega da fábrica no prazo extremamente desafiador de 14 meses. Além disso, foi adotada uma estratégia, em conjunto com os subcontratados da Jaguar Land Rover, para que toda a montagem dos equipamentos fosse feita em paralelo à fase de construção da fábrica.

Todas as expectativas foram alinhadas previamente com o cliente, desde as iniciativas para obtenção da certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) até o prazo de entrada dos subcontratados da fábrica antes do término da etapa da construção, para que eles pudessem realizar os testes e assim dar início à produção.

A modalidade de contratação Design-build permitiu que a Racional aplicasse toda a sua expertise desde o início do projeto. O fato de ser a única construtora responsável pelo projeto significa assumir mais risco, mas também permite maior controle do prazo e coordenação do processo, além de estabelecer uma relação de confiança com o cliente, que tem uma única empresa guardiã de todos os seus targets e drives desejados.

O gerenciamento do empreendimento ficou a cargo da Mace e Planservice. O projeto de arquitetura ficou a cargo da HS Arquitetos e o projeto de engenharia coube à Knijnik Engenharia Integrada, também responsável pelo projeto estrutural e pelas instalações hidráulicas e elétricas. Já a execução das estruturas e a montagem industrial ficaram com a Medabil Estrutura Metalica.

“A partir de uma interlocução direta com o time do Reino Unido durante todo o processo, a Racional conseguiu atender o alto nível de qualidade e de segurança exigidos pelo cliente, que se refletem no empreendimento e garantem um produto premium entregue em um período muito curto”, afirma Erika Matsumoto, Diretora Executiva de Desenvolvimento de Negócios.

A entrega de uma obra bem-sucedida e o reconhecimento pelo cliente da excelência na gestão da segurança do trabalho no canteiro de obras Resultado da parceria estabelecida com a Jaguar Land Rover.

Precisão e controle total

Desde o seu início até a conclusão, o empreendimento somou 1 milhão e 300 mil horas de trabalho sem acidentes com afastamento, número que superou, inclusive, o desempenho obtido durante as obras das Olimpíadas de Londres. Os dados tornam-se ainda mais relevantes considerando o desafio extra de gerenciar aproximadamente 1 mil pessoas no pico da obra. “É, sem dúvida, um resultado impressionante, que credito à nossa equipe e à cultura de segurança que construímos durante toda a nossa trajetória. Sem dúvida, lucro é fundamental para a nossa perenidade, mas a preservação da saúde e integridade física da nossa gente é prioridade”, reforça Erika.

O empreendimento busca a certificação de sustentabilidade LEED Gold. Todos seus requisitos foram pensados desde a fase de projeto para que a fábrica já “nascesse” LEED.

Durante a execução das obras, foram utilizados sistemas e equipamentos alternativos para atender aos critérios da certificação que envolvem o cumprimento da legislação, mitigação de riscos, redução de impactos e oportunidades de engajamento socioambientais. Antes do início da fase de construção, também foram realizados treinamentos para despertar a consciência LEED e esclarecer a todos os empregados e subcontratados como atender aos requisitos da certificação, além de um treinamento específico para a equipe do projeto.

Aspectos de sustentabilidade do empreendimento:

√ Captação de água da chuva para utilização em sanitários/mictórios, irrigação

√ Utilização de materiais sustentáveis na construção

√ Ventilação natural na maioria dos ambientes com permanência de pessoas

√ Iluminação natural

√ Utilização de produtos com baixo teor de V.O.C. (tintas, resinas etc.)

√ Equipamentos do edifício com baixo consumo de energia (ar condicionado/elétricos)

√ Utilização de piso intertravado que ajuda na absorção de água.

√ Aspectos considerados na fase de construção no canteiro de obras:

√ Utilização de telha no canteiro com material reciclável

√ Utilização de água da chuva nas áreas do canteiro, lava botas, irrigação etc.

√ Lava rodas com reuso da água.

 

 

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade