FECHAR
FECHAR
05 de abril de 2012
Voltar
Especial Construção Imobiliária

O maior edifício do Brasil

O Grupo FG, que atua no setor imobiliário com a FG Empreendimentos, está construindo o maior edifício do Brasil, o Infinity Cost, em Camboriú, Santa Catarina. O empreendimento terá 240 m de altura e 66 andares, caracterizando-se como um misto de residencial e comercial. Balneário Camboriú encabeça a lista de melhores cidades para investir em imóveis. A FG tem apostado na região, com imóveis destinados ao público AA. Cerca de 90% da carteira de clientes são grandes empresários e investidores. Cada apartamento de alto padrão custará R$ 1,6 milhão.

O grupo é um exemplo do empreendedorismo nacional. Seu fundador, Francisco Graciola, é um filho de agricultores, que já fez de tudo um pouco. Foi barbeiro, comerciante e teve vários negócios antes de entrar no ramo da construção. O lucro da barbearia e das lanchonetes permitiu que Francisco adquirisse vários terrenos. Não tardou para que desse início à Construsol, atuante na região de Blumenau, e depois como sócio da Procave, na região de Balneário Camboriú. Em 2003, partiu para voo solo, ao lado do filho Jean, com a FG.

“A empresa tem a meta de fechar 2012 com um volume de 500 mil m² de obras em andamento; para 2013 a expectativa é chegar aos 640 mil m² e 2015, chegar a 850 mil m², graças aos estoques de terrenos com capacidade construtiva atual de aproximadamente 10 anos”, destaca o diretor geral, Jean Graciola. O estoque de terrenos chega a mais 1,54 milhões de m² a construir, que geram um VGV futuro aproximado de R$ 6,3 bilhões.

Hoje a holding FG conta com 10 empresas. E agora está sendo criada a NEO G Construções, construtora criada para atender ao público de classe média, com renda familiar entre R$ 3 mil e R$ 7 mil. Serão apartamentos com o padrão da FG, mas em espaços mais compactos. Para 2012, estão previstos três lançamentos da NEO G, totalizando 100 mil m² de obras. A empresa já tem terrenos adquiridos no Bairro Ressacada, em Itajaí, no Bairro das Nações, em Balneário Camboriú, na Rodovia Osvaldo Reis, que liga os dois municípios do litoral catarinense, além de Jaraguá do Sul e Blumenau.

“Estamos de olho em cidades que estão em expansão, como Lages, Brusque e Navegantes. Além dos residenciais, temos projetos também para prédios coorporativos. Para dar início às atividades, lançaremos o Ecoville Residence, no Bairro Ressacada, em Itajaí, com apartamentos em torno de R$ 350 mil e o The Garden, no Bairro das Nações em Balneário Camboriú”, diz o executivo.  O mais novo objetivo da FG, que deve faturar R$ 210 milhões neste ano e emprega dois mil funcionários, é construir o prédio mais alto do Brasil.