ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
27 de março de 2014
Voltar
Máquinas e Equipamentos

John Deere em dose dupla

Em parceria com a Hitachi Construction Machinery, empresa começa a fabricar retroescavadeiras e pás-carregadeiras no país

Depois de consolidar sua plataforma de produção de máquinas agrícolas no Brasil, a americana John Deere finca pé agora no disputado mercado brasileiro de equipamentos para construção, de olho na demanda por grandes obras na área de Infraestrutura.  A empresa inaugurou, dia 11 de fevereiro, duas novas fábricas em Indaiatuba, no interior de São Paulo, com investimentos aproximados de US$ 180 milhões, e passa a produzir no Brasil retroescavadeiras e pás-carregadeiras.

Segundo Michael Mack, presidente mundial da divisão de Construção e Florestal da John Deere, há cerca de 10 anos o Brasil estava na oitava posição em termos de mercado para a empresa. “Hoje ele é o terceiro, depois dos Estados Unidos e Canadá, e com as novas unidades, se tornará o segundo mercado para a John Deere”, enfatizou.

E ela não está sozinha nessa empreitada. Uma das unidades é em parceria com a japonesa Hitachi Construction Machinery, grupo japonês que anunciou no ano passado um pacote de investimentos de US$ 300 milhões nos setores de infraestrutura e tecnologia de transportes do Brasil até o ano de 2015. A Hitachi - um dos maiores grupos japoneses de eletrônica industrial - afirmou que espera potencializar no País as áreas de infraestrutura e inovação social, que engloba sistemas ferroviários, energéticos e de informação e telecomunicações.

Parceiras desde 1988, Deere e Hitachi tem a relação mais longa de empreendimento conjunto da indústria de equipamentos de construção. No Brasil, a Joint- Venture vai reforçar a oferta de produtos. Dos US$ 180 milhões investidos, US$ 124 milhões foram aplicados pela Deere e o restante pela Hitachi.

Para Paulo Hermann, presidente para suas operações no Brasil e vice-presidente de Marketing e Vendas para a América Latina, a economia brasileira teve uma desaceleração no último ano, mas a companhia entende que este “é o momento certo para os planos de ampliação da linha de produção e expansão do mercado no país”.

Yuchi Tsujimoto, CEO da Hitachi, enfatizou “a nova fábrica representa um grande avanço para nossas operações no Brasil”. Segundo ele, a unidade vem de encontro à estratégia da empresa de estar próxima aos clientes, evidenciando o crescimento do Brasil como consumidor mundial.  De acordo com Tsujimoto, o sucesso do negócio está na mais alta tecnologia dos produtos e no alinhamento das equipes. “A inauguração representa  um grande avanço para


Depois de consolidar sua plataforma de produção de máquinas agrícolas no Brasil, a americana John Deere finca pé agora no disputado mercado brasileiro de equipamentos para construção, de olho na demanda por grandes obras na área de Infraestrutura.  A empresa inaugurou, dia 11 de fevereiro, duas novas fábricas em Indaiatuba, no interior de São Paulo, com investimentos aproximados de US$ 180 milhões, e passa a produzir no Brasil retroescavadeiras e pás-carregadeiras.

Segundo Michael Mack, presidente mundial da divisão de Construção e Florestal da John Deere, há cerca de 10 anos o Brasil estava na oitava posição em termos de mercado para a empresa. “Hoje ele é o terceiro, depois dos Estados Unidos e Canadá, e com as novas unidades, se tornará o segundo mercado para a John Deere”, enfatizou.

E ela não está sozinha nessa empreitada. Uma das unidades é em parceria com a japonesa Hitachi Construction Machinery, grupo japonês que anunciou no ano passado um pacote de investimentos de US$ 300 milhões nos setores de infraestrutura e tecnologia de transportes do Brasil até o ano de 2015. A Hitachi - um dos maiores grupos japoneses de eletrônica industrial - afirmou que espera potencializar no País as áreas de infraestrutura e inovação social, que engloba sistemas ferroviários, energéticos e de informação e telecomunicações.

Parceiras desde 1988, Deere e Hitachi tem a relação mais longa de empreendimento conjunto da indústria de equipamentos de construção. No Brasil, a Joint- Venture vai reforçar a oferta de produtos. Dos US$ 180 milhões investidos, US$ 124 milhões foram aplicados pela Deere e o restante pela Hitachi.

Para Paulo Hermann, presidente para suas operações no Brasil e vice-presidente de Marketing e Vendas para a América Latina, a economia brasileira teve uma desaceleração no último ano, mas a companhia entende que este “é o momento certo para os planos de ampliação da linha de produção e expansão do mercado no país”.

Yuchi Tsujimoto, CEO da Hitachi, enfatizou “a nova fábrica representa um grande avanço para nossas operações no Brasil”. Segundo ele, a unidade vem de encontro à estratégia da empresa de estar próxima aos clientes, evidenciando o crescimento do Brasil como consumidor mundial.  De acordo com Tsujimoto, o sucesso do negócio está na mais alta tecnologia dos produtos e no alinhamento das equipes. “A inauguração representa  um grande avanço para nossas operações no Brasil. John Deere e Hitachi possuem uma sólida parceria, o que nos coloca em vantagem no mercado de escavadeiras hidráulicas.

Os modelos que passam a ser produzidos no país são as retroescavadeiras 310K e as pás-carregadeiras 524K, 544K, 624K, 644K e 724K. Já na fábrica em parceria com a Hitachi serão produzidas as escavadeiras 160G, 180G, 210G, 250G, 350G, da Deere, e as escavadeiras ZX160, ZX180, ZX 210, ZX250, ZX350, da Hitachi. Além destes equipamentos, a John Deere manterá as importação de tratores de esteira e dois modelos de motoniveladoras.

Com um know-how de mais de 60 anos no segmento, a John Deere chegou ao Brasil em 2011. Desde então, estabeleceu uma forte rede de distribuidores que hoje cobre aproximadamente 90% do mercado brasileiro. Os estados do Pará, Tocantins, Amazonas, Roraima, Acre e Amapá são atendidos pela Deltamaq, já o estado de São Paulo  e a região Nordeste contam com a Mega Máquina. A Tauron Equipamentos é responsável pelos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio de Grandes do Sul e a Inova Máquinas atende Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo.

 

 

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade