FECHAR
FECHAR
23 de novembro de 2013
Voltar
Especial - Rodovias

Trevão de Ourinhos é entregue remodelado

A Cart (Concessionária Auto Raposo Tavares) inaugurou em setembro a remodelação do Trevão de Ourinhos, uma antiga reivindicação dos motoristas para aquela região do interior do Estado de São Paulo. O entroncamento da rodovia estadual Raposo Tavares (SP-270) com a federal BR-153, no município de Ourinhos, foi ampliado e melhorado para aumentar a fluidez do tráfego e dar maior segurança aos usuários.

As obras, a cargo da OAS Construtora, tiveram início em maio de 2012. A remodelação do Trevão de Ourinhos faz parte das obras de duplicação do Corredor Raposo Tavares, de Bauru a Presidente Epitácio. Atualmente, a concessionária mantém 11 frentes de trabalho para a duplicação. São ao todo 87 km de estradas, nos municípios de Maracaí, Paraguaçu Paulista, Rancharia, Martinópolis, Regente Feijó, Presidente Prudente, Álvares Machado, Bauru e Piratininga.

O Trevão liga não só importantes regiões do Estado de São Paulo, como também é acesso para a capital e norte do Paraná e para o Mato Grosso do Sul, pois a Raposo Tavares inicia-se no município de São Paulo e termina na divisa com Mato Grosso do Sul. Pelo trecho circulam 10,2 mil veículos por dia. Por conta da dessa grande demanda, há anos têm sido registrados congestionamentos no local por ocasiões de feriados prolongados, como Natal e Páscoa.

Na remodelação foram construídos dois novos viadutos, de 54,3 m de extensão cada um. O resultado é um dispositivo do Tipo 1, Trevo Completo, com oito ramos e intersecção de duas rodovias duplicadas, a Raposo Tavares e a Transbrasiliana. O novo trevo beneficia os moradores do município de Ourinhos e região, trabalhadores das indústrias locais e os usuários do Corredor Raposo Tavares e da BR-153. O investimento na obra, dividido em partes iguais entre a Cart e a Transbrasiliana, foi de R$ 15 milhões.

Além do trevo, a Cart duplicou trecho da Raposo Tavares, entre os quilômetros 381,7 e 383,3, com investimento de mais R$ 5,8 milhões – totalizando R$ 13,3 milhões de recursos aplicados, provenientes das tarifas de pedágio e financiamentos. Toda a extensão da Raposo Tavares sob responsabilidade da Cart, de Ourinhos até Presidente Epitácio, estará totalmente duplicada até o final de 2014. Assim como toda a extensão da João Baptista Cabral Rennó também estará duplicada até 2016, o que deixará o corredor, de Bauru a Presidente Epitácio, com 100% de duplicação.

A Cart, uma empresa do grupo Invepar Rodovias, administra o Corredor Raposo Tavares, que é formado o pela João Baptista Cabral Rennó (SP-225), Orlando Quagliato (SP-327) e Raposo Tavares (SP-270), no total de 834 km, entre Bauru e Presidente Epitácio, sendo 444 km no eixo principal e 390 km de vicinais.