ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
22 de dezembro de 2021
Voltar

Túnel Santos-Guarujá recebe aval do PPI, diz jornal

Estudos preliminares indicam que o túnel custará R$ 4 bilhões, com 800 m de trajeto submerso e outros 700 m em duas alças de acesso, totalizando 1,5 km
Fonte: Valor Econômico

Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) aprovou na semana passada a qualificação do projeto de túnel submerso que ligará Santos a Guarujá junto aos ativos a serem ofertados à iniciativa privada de forma prioritária.

O túnel submerso é defendido pela Santos Port Authority (SPA), que administra o porto. A estratégia de colocar um selo de prioridade no projeto foi definida pela Secretaria Especial do PPI, do Ministério da Economia. Agora, o próximo passo é contratar os estudos técnicos, definir o modelo de contratação e viabilizar o leilão.

Estudos preliminares contratados pela SPA indicam que o túnel custará R$ 4 bilhões, com 800 m de trajeto submerso e outros 700 m das duas alças das duas extremidades de acesso, totalizando 1,5 km.

“O túnel é o melhor projeto de ligação seca que pode existir para atender à necessidade da região”, garantiu o diretor de desenvolvimento de negócios e regulação da SPA, Bruno Stupello.

Ele ressalta que o túnel é uma alternativa segura aos barcos de pequeno porte (catraias), que cru...


Segundo reportagem do jornal Valor Econômico, o conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) aprovou na semana passada a qualificação do projeto de túnel submerso que ligará Santos a Guarujá junto aos ativos a serem ofertados à iniciativa privada de forma prioritária.

O túnel submerso é defendido pela Santos Port Authority (SPA), que administra o porto. A estratégia de colocar um selo de prioridade no projeto foi definida pela Secretaria Especial do PPI, do Ministério da Economia. Agora, o próximo passo é contratar os estudos técnicos, definir o modelo de contratação e viabilizar o leilão.

Estudos preliminares contratados pela SPA indicam que o túnel custará R$ 4 bilhões, com 800 m de trajeto submerso e outros 700 m das duas alças das duas extremidades de acesso, totalizando 1,5 km.

“O túnel é o melhor projeto de ligação seca que pode existir para atender à necessidade da região”, garantiu o diretor de desenvolvimento de negócios e regulação da SPA, Bruno Stupello.

Ele ressalta que o túnel é uma alternativa segura aos barcos de pequeno porte (catraias), que cruzam as duas margens com cerca de 20 mil pessoas diariamente, e as balsas, que “passam a maior parte do tempo paradas” por terem que dar preferência ao trânsito de embarcações maiores que movimentam o porto.

Além disso, Stupello defende que o túnel pode ligar, com trajeto mais curto, as áreas urbanas da baixada pelo tráfego por rodovia, ciclovia, passagem de pedestre e o VLT – este último com a possibilidade de ir da zona portuária a Guarujá.

Segundo o diretor, o túnel submerso está alinhado ao plano de expansão do porto de Santos na privatização. Isso vale, disse ele, tanto ao aproveitamento de áreas destinadas a novos terminais – ao menos, 6 milhões de m2 – quanto à estratégia de avançar com a dragagem – o topo do túnel estaria abaixo dos 17 m de profundidade.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade