ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
EMPRESAS
Voltar

Telas adequadas melhoram o processamento de finos

Resíduos bem peneirados e tratados possuem potencial econômico e ambiental para as mineradoras, atendendo às exigências legais e de sustentabilidade

Assessoria de Imprensa

27/01/2022 11h00 | Atualizada em 27/01/2022 12h59


O peneiramento dos rejeitos de mineração é uma solução eficiente para melhorar o processamento de finos e reduzir a quantidade de resíduos gerados pelas mineradoras.

Embora o material fino e ultrafino, que resulta do processo de beneficiamento e fica armazenado em barragens de decantação, seja tratado como produto sem aproveitamento comercial, ele possui potencial econômico e ambiental – aumenta a disponibilidade dos filtros, que são essenciais no processo produtivo da pelota, agindo no ajuste da umidade do pellet-feed e, em paralelo, na recuperação da água utilizada no processo.

A extração do minério de ferro gera dois tipos diferentes de rejeitos: um que resulta das operações de concentração do minério e se apresenta sob a forma de uma polpa que, geralmente, é depositada em barragens. O outro é caracterizado por um material granulado, conhecido como estéril, gerado a partir da limpeza das camadas de acesso ao subsolo para retirada do minério.

Além das questões legais, que atualmente limitam de forma considerável a utilização de barrag...


O peneiramento dos rejeitos de mineração é uma solução eficiente para melhorar o processamento de finos e reduzir a quantidade de resíduos gerados pelas mineradoras.

Embora o material fino e ultrafino, que resulta do processo de beneficiamento e fica armazenado em barragens de decantação, seja tratado como produto sem aproveitamento comercial, ele possui potencial econômico e ambiental – aumenta a disponibilidade dos filtros, que são essenciais no processo produtivo da pelota, agindo no ajuste da umidade do pellet-feed e, em paralelo, na recuperação da água utilizada no processo.

A extração do minério de ferro gera dois tipos diferentes de rejeitos: um que resulta das operações de concentração do minério e se apresenta sob a forma de uma polpa que, geralmente, é depositada em barragens. O outro é caracterizado por um material granulado, conhecido como estéril, gerado a partir da limpeza das camadas de acesso ao subsolo para retirada do minério.

Além das questões legais, que atualmente limitam de forma considerável a utilização de barragens de rejeito, existem as questões ambientais e o compromisso das mineradoras com as questões de sustentabilidade. “Um peneiramento bem ajustado de material que deveria ser rejeito pode aumentar a recuperação do pellet-feed, um concentrado de minério de ferro com granulometria de 85% passante em 0,044mm”, explica Érico Almeida, coordenador comercial da Lantex do Brasil.

Ele enfatiza que a tendência da indústria da mineração aponta para um cenário de maior competitividade em decorrência do empobrecimento, nas últimas décadas, dos teores dos minérios lavrados e beneficiados.

“O cenário tem motivado a Lantex a desenvolver e aperfeiçoar tecnologias para o processo de peneiramento de rejeitos minerais, que pode colaborar diretamente em conjunto com outros procedimentos na redução ou eliminação do rejeito”, explica.

Etapas – A polpa resultante do processo de concentração de minério que é direcionada para as etapas de espessamento e filtragem, geralmente é enviada para uma bateria de hidrociclones.

O overflow do material ciclonado segue para o tanque de filtragem e o underflow para as peneiras desaguadoras, onde algumas mineradoras conseguem recuperar até 70% do material que deveria seguir para filtragem.

“Montar uma planta para deságue reduz o custo de capex, pois esses equipamentos possuem valor inferior aos equipamentos de filtragem e também os custos com opex, uma vez que suas peças de reposição também possuem um custo mais baixo ao dos filtros, possibilitando bons resultados para o processo de modo geral”, detalha Almeida.

De acordo com ele, não existe uma fórmula definida de processo de peneiramento que possa ser aplicada a todos os casos.

“A Lantex coloca a disposição do mercado uma equipe técnica capacitada para prestar o suporte necessário na escolha do tipo de tela ideal a ser utilizada na peneira, respeitando a particularidade do processo de cada cliente”, conclui.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade