ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
22 de dezembro de 2021
Voltar

O cenário da construção civil para 2022

Apesar das restrições por conta da pandemia, as projeções apontam que, em 2021, a construção civil terá o maior crescimento em oito anos
Fonte: Assessoria de Imprensa

Por Victor Gomes*

De acordo com o estudo Desempenho Econômico da Indústria da Construção do 2º Trimestre de 2021, realizado pela CBIC, a projeção de crescimento do setor neste ano subiu de 2,5% para 4%.

Durante a pandemia, muitas pessoas seguraram os investimentos e estão com demanda represada. Com isso, a vontade de investir e fazer novas possibilidades está alta.

Depois de quase dois anos de pandemia, as pessoas estão se reestruturando e replanejando para recomeçar a investir. Estão começando a ter mais segurança, então as obras vão acontecer.

Porém, durante a pandemia a cadeia de produtos, insumos e equipamentos para a construção civil também sofreu – e ainda sofre – com a falta de materiais. Se a demanda represada for solta de uma vez, a escassez de material pode ser uma das consequências.

Como se sabe, o setor leva mais tempo para se recuperar. Além disso, outro desafio é a qualidade da mão de obra de construção civil, que continua muito precária.

Com o crescimento de obras, vai ser cada vez mais difícil encontrar uma mão de obra qualificada para trabalhar e garantir as entregas.

Mercado – Com a previsão de crescimento e novos in...


Por Victor Gomes*

De acordo com o estudo Desempenho Econômico da Indústria da Construção do 2º Trimestre de 2021, realizado pela CBIC, a projeção de crescimento do setor neste ano subiu de 2,5% para 4%.

Durante a pandemia, muitas pessoas seguraram os investimentos e estão com demanda represada. Com isso, a vontade de investir e fazer novas possibilidades está alta.

Depois de quase dois anos de pandemia, as pessoas estão se reestruturando e replanejando para recomeçar a investir. Estão começando a ter mais segurança, então as obras vão acontecer.

Porém, durante a pandemia a cadeia de produtos, insumos e equipamentos para a construção civil também sofreu – e ainda sofre – com a falta de materiais. Se a demanda represada for solta de uma vez, a escassez de material pode ser uma das consequências.

Como se sabe, o setor leva mais tempo para se recuperar. Além disso, outro desafio é a qualidade da mão de obra de construção civil, que continua muito precária.

Com o crescimento de obras, vai ser cada vez mais difícil encontrar uma mão de obra qualificada para trabalhar e garantir as entregas.

Mercado – Com a previsão de crescimento e novos investimentos para o mercado, a busca das construtoras é crescer cada vez mais junto ao mercado.

Quando pensamos no futuro, a maior expectativa é se posicionar perante os grandes players como uma excelente alternativa para as adaptações de ambientes e para novas construções.

Por isso, é importante trabalhar inúmeros procedimentos internos para fornecer a melhor estrutura para dar segurança às grandes empresas.

É fundamental continuarmos olhando para as exigências das empresas, sempre entregando um padrão alto de qualidade de gestão, gerenciamento e entrega.

A visão organizacional interna da construtora demonstra para os grandes players do mercado que é possível oferecer toda uma estrutura para que a obra aconteça no melhor dos procedimentos e com o máximo de segurança.

*Victor Gomes é CEO da Expertise Construtora

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade