FECHAR
10 de junho de 2021
Voltar

Ministro da Infraestrutura prevê R$ 1 trilhão em contratação

Ele destacou que o ano de 2022 pode ser muito forte em termos de transferências de ativos para a iniciativa privada
Fonte: O Estado de S.Paulo

Na semana passada, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, pronunciou que serão contratados mais de R$ 1 trilhão em infraestrutura nos próximos meses.

A declaração aconteceu durante sua participação no segundo dia do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF).

O ministro disse, ainda, ser possível prever acontecimentos interessantes para o próximo semestre. Ele destacou que o ano de 2022 pode ser muito forte em termos de transferências de ativos para a iniciativa privada.

Freitas também citou vários projetos a serem leiloados e a passarem por concessões, como portos, aeroportos e rodovias. Além disso, mencionou a privatização do metrô de Belo Horizonte, da Eletrobras, ativos na área de saneamento, leilões de linhas de transmissão, entre outros.

Segundo ele, R$ 260 bilhões desse valor serão para a área de transportes e devem ser implementados até o final de 2022.

“Isso promoverá maior transformação da logística da nossa história”, enfatizou a potenciais investidores domésticos e internacionais.

O ministro também mencionou que boa parte será investida em questões ambientais, como despoluição de rios. “O que está por vir &eac...


Na semana passada, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, pronunciou que serão contratados mais de R$ 1 trilhão em infraestrutura nos próximos meses.

A declaração aconteceu durante sua participação no segundo dia do Fórum de Investimentos Brasil 2021 (BIF).

O ministro disse, ainda, ser possível prever acontecimentos interessantes para o próximo semestre. Ele destacou que o ano de 2022 pode ser muito forte em termos de transferências de ativos para a iniciativa privada.

Freitas também citou vários projetos a serem leiloados e a passarem por concessões, como portos, aeroportos e rodovias. Além disso, mencionou a privatização do metrô de Belo Horizonte, da Eletrobras, ativos na área de saneamento, leilões de linhas de transmissão, entre outros.

Segundo ele, R$ 260 bilhões desse valor serão para a área de transportes e devem ser implementados até o final de 2022.

“Isso promoverá maior transformação da logística da nossa história”, enfatizou a potenciais investidores domésticos e internacionais.

O ministro também mencionou que boa parte será investida em questões ambientais, como despoluição de rios. “O que está por vir é grande, é da magnitude do Brasil.”

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade