P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR
CENÁRIO
Voltar

Indústria de materiais de construção apresenta otimismo cauteloso em novembro

A pesquisa indica que o mês de novembro apresentou bom desempenho para 44% dos associados da Abramat, enquanto 39% consideraram o período regular e 11% ruim

Assessoria de Imprensa

04/12/2023 12h56 | Atualizada em 07/12/2023 08h25


A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) divulgou hoje (4 de dezembro), nova versão do Termômetro da Indústria de Materiais de Construção.

Os dados destacam as perspectivas do setor sobre desempenho, utilização da capacidade instalada e as intenções de investimento das indústrias de materiais de construção para os próximos meses. A pesquisa indica que o mês de novembro apresentou bom desempenho para 44% dos associados da Abramat, enquanto 39% consideraram o período regular e 11% ruim.

Considerando o mês de dezembro, a expectativa é de regularidade para 56%. O otimismo por um bom período foi apontado por 22%, enquanto 17% consideram que será um mês ruim para os negócios.

Sobre as pretensões de investimento no médio prazo (próximos 12 meses), a pesquisa de novembro apontou que apenas 44% das indústrias associadas pretendem investir no período. O número é 28 p.p. menor do que apontado em novembro de 2022.

O nível de utilização da capacidade instalada está em

...

A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) divulgou hoje (4 de dezembro), nova versão do Termômetro da Indústria de Materiais de Construção.

Os dados destacam as perspectivas do setor sobre desempenho, utilização da capacidade instalada e as intenções de investimento das indústrias de materiais de construção para os próximos meses. A pesquisa indica que o mês de novembro apresentou bom desempenho para 44% dos associados da Abramat, enquanto 39% consideraram o período regular e 11% ruim.

Considerando o mês de dezembro, a expectativa é de regularidade para 56%. O otimismo por um bom período foi apontado por 22%, enquanto 17% consideram que será um mês ruim para os negócios.

Sobre as pretensões de investimento no médio prazo (próximos 12 meses), a pesquisa de novembro apontou que apenas 44% das indústrias associadas pretendem investir no período. O número é 28 p.p. menor do que apontado em novembro de 2022.

O nível de utilização da capacidade instalada está em 72% na média das empresas, o que mostra leve queda de acordo com o mesmo período do ano passado, quando atingiu 76%.

“A pesquisa da Abramat continua mostrando um otimismo cauteloso dentro do setor, com tendência de regularidade para o último mês do ano. Essa percepção vem de um contexto que inclui uma esperada queda progressiva da taxa de juros, a gradual melhora no crédito, a retomada de obras de infraestrutura e efetiva implementação de programas como o Minha Casa Minha Vida e obras do PAC. Há ainda muitas incertezas no cenário, como a aprovação da Reforma Tributária e políticas fiscais dos Estados”, explica Rodrigo Navarro, presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Construção.

P U B L I C I D A D E

ABRIR
FECHAR

P U B L I C I D A D E

P U B L I C I D A D E

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade