FECHAR
FECHAR
29 de julho de 2013
Voltar
Enquete Online

O uso do pré-moldado de concreto

Em nossa enquete sobre uso de pré-moldados de concreto, os leitores que responderam nos deram indicadores que apontam positivamente para o uso dessa tecnologia. 80% projetam ou constroem considerando o uso desse método construtivo. E optam por esse sistema por motivos diversos, desde sua praticidade até o controle de desperdícios.

A proposta de uso de pré-moldados acontece de diversas formas, mas de acordo com nossa enquete, para 33% dos leitores a ideia parte do construtor ao projetista e ao dono da obra. Para 25% a sugestão parte do dono da obra. 22% dizem que os arquitetos que propõe seu uso. 19% citaram outros.

A situação mais adequada para a adoção dos pré-moldados segundo nossos leitores é quando o prazo é curto com 22% das respostas, quando o volume de peças similares é grande, 17%, seguido dos demais motivos.

Entre as vantagens da adoção desse sistema a velocidade da construção é disparado o motivo principal, com 23% e em seguida, as solução de questões ambientais como gestão de resíduos, com 13%.

Ao perguntarmos sobre os pontos negativos desse sistema os leitores levantaram questões referentes ao tamanho das peças, sua dificuldade de transporte ou dificuldade de manipulá-las no local, devido a questões de terreno entre outras e citaram também a questão de haver poucos fabricantes de peças de grande porte.

Quando perguntamos que empresa o leitor considera que seja uma referencia como fabricantes de pré-moldados a empresa mais citada foi a Cassol, seguida da Boc, Protendit, Leonardi, Premo, T&A, Engemolde, Incopre, SCAC, Stamp, Premazon, Artefac, Ernesto Woebcke, Postes Líder, Munte, CPI, Tilmix, Ibpre, Protec, EGT, Consid, Rotesma, Lajeal, Protensul e Acarita.

Nota da redação: as empresas citadas Consid e Munte não atuam mais no mercado.

Veja abaixo os comentários de alguns dos nossos leitores:

Kirke Moreira

Hoje é uma excelente solução devido a busca das fabricas para a versatilidade de peças, ou seja, não se precisa mais construir o quadrado, e sim, a geometria que eu desejar. Por se tratar de produtos feitos em fábricas, o controle de execução e os cuidados para atingir os requisitos conforme as normas brasileiras são atingidas com maior facilidade, tornando o pré-fabricado seguro, e ótima solução. Existe uma monografia de pós-graduação do instituto IDD onde os alunos comprovaram que o sistema pré-fabricado é similar em custos ao trad


Em nossa enquete sobre uso de pré-moldados de concreto, os leitores que responderam nos deram indicadores que apontam positivamente para o uso dessa tecnologia. 80% projetam ou constroem considerando o uso desse método construtivo. E optam por esse sistema por motivos diversos, desde sua praticidade até o controle de desperdícios.

A proposta de uso de pré-moldados acontece de diversas formas, mas de acordo com nossa enquete, para 33% dos leitores a ideia parte do construtor ao projetista e ao dono da obra. Para 25% a sugestão parte do dono da obra. 22% dizem que os arquitetos que propõe seu uso. 19% citaram outros.

A situação mais adequada para a adoção dos pré-moldados segundo nossos leitores é quando o prazo é curto com 22% das respostas, quando o volume de peças similares é grande, 17%, seguido dos demais motivos.

Entre as vantagens da adoção desse sistema a velocidade da construção é disparado o motivo principal, com 23% e em seguida, as solução de questões ambientais como gestão de resíduos, com 13%.

Ao perguntarmos sobre os pontos negativos desse sistema os leitores levantaram questões referentes ao tamanho das peças, sua dificuldade de transporte ou dificuldade de manipulá-las no local, devido a questões de terreno entre outras e citaram também a questão de haver poucos fabricantes de peças de grande porte.

Quando perguntamos que empresa o leitor considera que seja uma referencia como fabricantes de pré-moldados a empresa mais citada foi a Cassol, seguida da Boc, Protendit, Leonardi, Premo, T&A, Engemolde, Incopre, SCAC, Stamp, Premazon, Artefac, Ernesto Woebcke, Postes Líder, Munte, CPI, Tilmix, Ibpre, Protec, EGT, Consid, Rotesma, Lajeal, Protensul e Acarita.

Nota da redação: as empresas citadas Consid e Munte não atuam mais no mercado.

Veja abaixo os comentários de alguns dos nossos leitores:

Kirke Moreira

Hoje é uma excelente solução devido a busca das fabricas para a versatilidade de peças, ou seja, não se precisa mais construir o quadrado, e sim, a geometria que eu desejar. Por se tratar de produtos feitos em fábricas, o controle de execução e os cuidados para atingir os requisitos conforme as normas brasileiras são atingidas com maior facilidade, tornando o pré-fabricado seguro, e ótima solução. Existe uma monografia de pós-graduação do instituto IDD onde os alunos comprovaram que o sistema pré-fabricado é similar em custos ao tradicional, porem as vantagens competitivas referentes a prazos e ordem no canteiro são superiores. No entanto é importante salientar a dificuldade no transporte de peças delgadas e/ou compridas. Falta de maior conhecimento do setor, onde muitos projetistas acreditam não ser versátil o uso dessa solução. Descaso quanto a segurança e cuidados de montagem.

Eu acredito ser muito interessante levar esse assunto a publico, pois acredito que para o país crescer com qualidade e rapidez, o advento do uso de pré-fabricados irá contribuir, já que são construções rápidas, com controle de qualidade mais adequado e mão de obra treinada. Sugiro conhecer o curso de pós-graduação em tecnologia da pré-fabricação do Instituto IDD em Curitiba (www.institutoidd.com.br) que em parceria com a ABCIC (Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto) tem buscado promover o setor.

Luiz Carlos Rocha Macedo

A A.R.G. Ltda. construiu toda a super-estrutura dos Portos do Açu e Sudeste, em pré-moldados de concreto. No caso do Porto do Açu, principalmente, foram construídos 3 km de ponte sobre o mar, com 26,4 m de largura, em estrutura pré-moldada de concreto. A estrutura pré-moldada de concreto reduz o prazo de execução, possibilita a construção em locais onde o cimbramento é inviável e diminui a geração de resíduos. Contudo, para a viabilização econômica da solução, há que contar com um projeto geométrico que contemple elementos estruturais semelhantes. A adoção de pré-moldados de concreto reduz os custos da obra, reduz o tempo de execução, maximiza o controle de qualidade e os resultados das obras. A produção de peças pré-moldadas de concreto em um canteiro de pré-fabricados, facilita o controle de qualidade. Além disto, diminui os impactos ambientais como a geração de resíduos de formas e de concreto e imprime maior velocidade na construção. Logicamente, proporciona também um menor consumo de mão de obra, uma vez que a produção dos elementos estruturais ocorre em escala industrial. A construção de obras utilizando elementos pré-moldados somente pode apresentar dificuldades quando ocorre pequena repetição de peças similares ou ainda quando o projeto conduz a elementos de grande volume (peso), o que exigirá equipamentos para a montagem de grande porte.  A A.R.G. prefere produzir ela mesma os pré-moldados. O ambiente da construção brasileira exige uma maior utilização de pré-moldados. Fatores como escassez de mão de obra, redução de custos e de impactos ambientais são fatores determinantes para a adoção de soluções em pré-moldados de concreto.