FECHAR
04 de outubro de 2013
Voltar
Sobratema 25 anos

Diversificação e expansão

O ano de 2011 também marca um passo estratégico da história da Sobratema. A entidade resolveu diversificar sua área de atuação realizando a primeira edição da M&T Peças e Serviços - com enfoque nos prestadores de serviços de reposição e serviços pós-venda - e a Construction Expo – destinada às tecnologias aplicadas pelo setor de construção e infraestrutura do País.

A primeira edição contou com um público de 26 mil pessoas, inovando com a apresentação de salões temáticos. O destaque ficou por conta do salão temático da usina de Belo Monte e do Salão do Aço, que capitanearam o interesse do público. Um dos principais diferenciais foi a grande presença de empresas estrangeiras: dos 360 expositores, nada menos que 126 eram de companhias internacionais, representando 14 países: Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Costa Rica, Cuba, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Peru, Cingapura, Suíça e Taiwan. “É um número realmente marcante para eventos de estreia”, afirmou Afonso Mamede, sinalizando o interesse global pelo Brasil.

Com o sucesso alcançado na largada, a M&T Peças e Serviços já tem data marcada para acontecer no ano que vem – de 3 a 6 de junho de 2014, no Centro de Exposições Imigrantes. Segundo o diretor da Sobratema, Hugo Ribas, ela foi idealizada para atender a uma antiga necessidade das empresas usuárias de equipamentos, que demandam soluções tecnológicas para a gestão das suas respectivas frotas. Para o diretor, a segunda edição será promovida em momento positivo. “Em um cenário de múltiplas oportunidades, a feira representa a única opção na América Latina que engloba a gestão de equipamentos e toda a cadeia de peças, suprimentos e serviços direcionada para as construtoras e mineradoras, além de trazer lançamentos e as inovações no segmento”, enfatiza.

Por sua vez, a segunda edição da Construction Expo, realizada em junho último, foi o destaque do ano, com 332 expositores, 23 mil visitantes, e o apoio de 135 entidades setoriais da construção, além de representantes das três esferas de governo. “Trata-se de um apoio jamais visto em todo o Brasil!”, disse Afonso Mamede. Para ele, a participação das entidades e das construtoras no evento simboliza o reconhecimento ao trabalho da entidade e a coloca como um dos principais representantes do Construbusiness brasileiro.  O evento apresentou importantes projetos brasileiros da atualidade com os salões tem


O ano de 2011 também marca um passo estratégico da história da Sobratema. A entidade resolveu diversificar sua área de atuação realizando a primeira edição da M&T Peças e Serviços - com enfoque nos prestadores de serviços de reposição e serviços pós-venda - e a Construction Expo – destinada às tecnologias aplicadas pelo setor de construção e infraestrutura do País.

A primeira edição contou com um público de 26 mil pessoas, inovando com a apresentação de salões temáticos. O destaque ficou por conta do salão temático da usina de Belo Monte e do Salão do Aço, que capitanearam o interesse do público. Um dos principais diferenciais foi a grande presença de empresas estrangeiras: dos 360 expositores, nada menos que 126 eram de companhias internacionais, representando 14 países: Canadá, Chile, China, Coreia do Sul, Costa Rica, Cuba, Espanha, Estados Unidos, Inglaterra, Itália, Peru, Cingapura, Suíça e Taiwan. “É um número realmente marcante para eventos de estreia”, afirmou Afonso Mamede, sinalizando o interesse global pelo Brasil.

Com o sucesso alcançado na largada, a M&T Peças e Serviços já tem data marcada para acontecer no ano que vem – de 3 a 6 de junho de 2014, no Centro de Exposições Imigrantes. Segundo o diretor da Sobratema, Hugo Ribas, ela foi idealizada para atender a uma antiga necessidade das empresas usuárias de equipamentos, que demandam soluções tecnológicas para a gestão das suas respectivas frotas. Para o diretor, a segunda edição será promovida em momento positivo. “Em um cenário de múltiplas oportunidades, a feira representa a única opção na América Latina que engloba a gestão de equipamentos e toda a cadeia de peças, suprimentos e serviços direcionada para as construtoras e mineradoras, além de trazer lançamentos e as inovações no segmento”, enfatiza.

Por sua vez, a segunda edição da Construction Expo, realizada em junho último, foi o destaque do ano, com 332 expositores, 23 mil visitantes, e o apoio de 135 entidades setoriais da construção, além de representantes das três esferas de governo. “Trata-se de um apoio jamais visto em todo o Brasil!”, disse Afonso Mamede. Para ele, a participação das entidades e das construtoras no evento simboliza o reconhecimento ao trabalho da entidade e a coloca como um dos principais representantes do Construbusiness brasileiro.  O evento apresentou importantes projetos brasileiros da atualidade com os salões temáticos do Programa de Submarino Nuclear (Prosub), da Arena Corinthians, da Linha 4 Amarela do Metrô e do Porto Maravilha, os dois últimos no Rio de Janeiro. Cadeias produtivas da construção foram reunidas, como o Salão da Construção Industrializada de Concreto, o Salão do Rental e o Salão da Construção Seca. E abrigou o Construction Congresso, que recebeu 1.397 participantes, com uma programação completa incluindo 31 seminários e um curso, promovidos por 29 instituições.

A Sobratema na democratização do conhecimento

Ao longo de duas décadas e meia de existência, a Sobratema se consolidou como importante difusora do conhecimento do setor, sendo responsável pela publicação de revistas e livros. Já foram editados quatro títulos que auxiliam a qualificação dos profissionais de manutenção: Gerenciamento e Manutenção de Equipamentos Móveis, de Norwil Veloso; Conversando com a Máquina, de Silvimar F. Reis, e Excelência Operacional, de Ivan Montenegro, além da comercialização do livro Manutenção e Operação de Equipamentos Móveis, de José Eduardo Paccola.

Além das revistas e dos livros, a associação publica longa série do Guia Sobratema de Equipamentos, uma ferramenta indispensável para os profissionais da área. A sétima edição do Guia, para os anos de 2013 a 2015, será lançada no mês de novembro, trazendo informações sobre equipamentos para manuseio de cargas e para trabalhos em altura.

A publicação terá uma versão para tablets e smartphones, com sistemas operacionais iOS e Android.

Não bastasse tanta evolução, a Sobratema ainda reserva espaço para o lazer: a Festa de final de ano, que se tornou uma tradição da entidade para o mercado, é um momento de confraternização e celebração das vitórias alcançadas a cada ano e conta com a participação de seus associados e colaboradores.

Unidos pelo mesmo objetivo

A união faz a força. Esse antigo ditado simboliza exatamente a história da criação da Sobratema, que remonta ao ano de 1987.  Nesta época os engenheiros Jader Fraga e Nelson Costabile, que na ocasião trabalhavam na Constran, começaram a mobilizar o apoio de outros colegas para ações de valorização dos profissionais de manutenção de equipamentos.

No front das obras, eles sentiam na pele os problemas decorrentes de aquisições inadequadas, falta de informação técnica e, ou mesmo, falta de investimento nessa área, sem falar dos problemas econômicos que inviabilizam o desenvolvimento da construção como um todo. O trabalho gerou várias reuniões e formou-se uma primeira diretoria, com Jader sendo indicado como conselheiro. No entanto, foi a partir da adesão de 18 empresas como sócios-diretores, que a Sobratema foi lançada oficialmente, numa cerimônia realizada no Hotel Maksoud, em São Paulo, em 12 de setembro de 1988.

Integravam o grupo fundador os profissionais Carlos Fugazzola Pimenta (Azevedo & Travassos), Mário Sussumu Hamaoka (Camargo Correa), Afonso Mamede (da CBPO, posteriormente da Odebrecht), entre outros. Juan Manuel Altstadt e Orlando Beck participaram como representantes do fabricantes de equipamentos, acompanhados em seguida por outros executivos da área: Permínio Amorim (Sandvik), Roque Reis (Case), César Schmidt (Liebherr), Sérgio Palazzo (Vermeer), Gino Cucchiari (Fiat Allis), entre diversos colaboradores  pioneiros da entidade.

Essa múltipla face profissional caracteriza a Sobratema até hoje como uma associação que reúne usuários, fabricantes de máquinas, fornecedores de peças e serviços e locadores de equipamentos, e que tem como objetivo o desenvolvimento do mercado e difusão do conhecimento do setor de manutenção, integrando hoje a cadeia da construção e da mineração.

Já foram presidentes da associação Cláudio Fernandes Ariza (1988/1989); Jader Fraga dos Santos (1990/1991, 1992/1993, 2002/2003); Carlos Fugazzola Pimenta (1994/1995 e 1996/1997) e Mário Humberto Marques (ano 2010). O engenheiro Afonso Mamede, atual presidente, dirigiu a entidade nos períodos 1998/1999, 2000/2001, 2004/2005, 2006/2007, 2008/2009, 2011 e 2012.