ABRIR
FECHAR
05 de agosto de 2021
Voltar

Tecnologia aperfeiçoa prevenção de corrosão em estruturas de aço

Processo cria uma trama protetora de elétrons para evitar a corrosão, substituindo os métodos tradicionais
Fonte: Assessoria de Imprensa

Desenvolvida para qualquer setor que tenha aço em seus projetos, a tecnologia Anodo Passivar promete reduzir o gasto no combate à corrosão em cerca de 65%.

Alimentada por energia elétrica, a técnica utilizada no serviço de passivação – como é chamada a proteção das superfícies na manutenção de estruturas de aço – emite micropulsos elétricos para criar uma película protetora de elétrons, que blinda o aço da ação destrutiva da corrosão.

Podendo ser monitorada remotamente, a solução modular permite proteção de qualquer metragem, a um custo muito inferior aos métodos tradicionais como jateamento, tratamento mecânico e pintura.

“Usada de maneira correta, a solução pode durar de cinco a dez anos, sem necessidade de desligamento ou manutenção”, explica Francisco Muller, diretor de operações da Passivar.

Segundo a empresa, o retorno do investimento da solução está na redução de custos da manutenção convencional – como a contratação de funcionários e montadores de andaime, logística e compra de materiais – e com riscos de acidentes.

“No aspecto ambiental, também há a re...


Desenvolvida para qualquer setor que tenha aço em seus projetos, a tecnologia Anodo Passivar promete reduzir o gasto no combate à corrosão em cerca de 65%.

Alimentada por energia elétrica, a técnica utilizada no serviço de passivação – como é chamada a proteção das superfícies na manutenção de estruturas de aço – emite micropulsos elétricos para criar uma película protetora de elétrons, que blinda o aço da ação destrutiva da corrosão.

Podendo ser monitorada remotamente, a solução modular permite proteção de qualquer metragem, a um custo muito inferior aos métodos tradicionais como jateamento, tratamento mecânico e pintura.

“Usada de maneira correta, a solução pode durar de cinco a dez anos, sem necessidade de desligamento ou manutenção”, explica Francisco Muller, diretor de operações da Passivar.

Segundo a empresa, o retorno do investimento da solução está na redução de custos da manutenção convencional – como a contratação de funcionários e montadores de andaime, logística e compra de materiais – e com riscos de acidentes.

“No aspecto ambiental, também há a redução dos resíduos da manutenção e de riscos relacionados à legislação e à fiscalização”, assegura a Passivar em comunicado.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade