ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
19 de agosto de 2021
Voltar

Programa incentiva formação de mulheres caminhoneiras

Inédita no setor, iniciativa foca na capacitação de mulheres para atuarem como motoristas de caminhões, empilhadeiras e ônibus
Fonte: Assessoria de Imprensa

Atuando em diversas frentes no mercado de trabalho, as mulheres agoraganham um incentivo a mais para mostrarem todo seu talento, também, nas estradas brasileiras.

A JSL, maior operadora logística do país, lança o programa Mulheres na Direção com foco a capacitar profissionais para atuarem como motoristas de caminhões, ônibus e empilhadeiras.

“A ideia surgiu dentro da empresa, nos comitês de sustentabilidade. Acreditamos que a logística tem muitas oportunidades e queremos incentivar as mulheres a ocuparem mais um espaço dentro da sociedade, como já fazem com extrema competência em tantas outras funções” explicou Ramon Alcaraz, CEO da JSL.

As candidatas selecionadas serão contratadas como trainees por um período de 45 dias, que pode ser estendido por mais 45 dias, e passarão por 360 horas de treinamentos teóricos e práticos no Centro Logístico Intermodal – Itaquaquecetuba/SP, além de contarem com todo apoio e auxilio para se adaptarem a nova função.

Nesse primeiro momento, a única exigência é que as candidatas possuam CNH na categoria “E”.

Ao término do curso, as candidatas aprovadas serão contratadas e poderão atuar em uma das operações paulistas do grupo: Itaquaquecetuba/SP, Jac...


Atuando em diversas frentes no mercado de trabalho, as mulheres agoraganham um incentivo a mais para mostrarem todo seu talento, também, nas estradas brasileiras.

A JSL, maior operadora logística do país, lança o programa Mulheres na Direção com foco a capacitar profissionais para atuarem como motoristas de caminhões, ônibus e empilhadeiras.

“A ideia surgiu dentro da empresa, nos comitês de sustentabilidade. Acreditamos que a logística tem muitas oportunidades e queremos incentivar as mulheres a ocuparem mais um espaço dentro da sociedade, como já fazem com extrema competência em tantas outras funções” explicou Ramon Alcaraz, CEO da JSL.

As candidatas selecionadas serão contratadas como trainees por um período de 45 dias, que pode ser estendido por mais 45 dias, e passarão por 360 horas de treinamentos teóricos e práticos no Centro Logístico Intermodal – Itaquaquecetuba/SP, além de contarem com todo apoio e auxilio para se adaptarem a nova função.

Nesse primeiro momento, a única exigência é que as candidatas possuam CNH na categoria “E”.

Ao término do curso, as candidatas aprovadas serão contratadas e poderão atuar em uma das operações paulistas do grupo: Itaquaquecetuba/SP, Jacareí/SP, Louveira/SP, Piracicaba/SP e São Bernardo do Campo/SP.

Segundo pesquisa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT), a respeito do Perfil dos Caminhoneiros no Brasil, as mulheres representam 0,5% do total de caminhoneiros na estrada.

Para Alcaraz, essa é uma oportunidade da JSL incentivar uma mudança em todo segmento: “Temos hoje 103 motoristas mulheres, nos mais diversos veículos, e 10 especificamente caminhoneiras. Queremos melhorar essa realidade e contribuir para que as mulheres que sonham em dirigir caminhões possam assumir, cada vez mais, a direção de suas vidas, conquistando seus objetivos e independência financeira”.

“O aumento da participação feminina traz muitos benefícios ao setor, a começar pelo seu forte senso de responsabilidade, o que impacta positivamente no cuidado com o caminhão e atenção às leis a trânsito. Além de uma vantagem na gestão e relacionamento com os clientes’, finaliza.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade