FECHAR
FECHAR
25 de fevereiro de 2021
Voltar

Índices mínimos de contaminação por Covid-19 estabilizam-se nas obras

SindusCon-SP e Seconci-SP comprovam eficácia das medidas de proteção e recomendam resiliência
Fonte: Assessoria de Imprensa

A 39ª Pesquisa “Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19”, realizada semanalmente por SindusCon-SP e Seconci-SP (Serviço Social da Construção), mostrou uma interrupção na tendência de leve crescimento dos casos de contaminação por Covid-19, registrada nas últimas semanas.

Nesta última rodada, os suspeitos de contaminação pela Covid-19 nos canteiros de obras do Estado de São Paulo declinaram de 0,32% para 0,30% do número de trabalhadores; e os confirmados oscilaram de 0,14% para 0,13%.

De acordo com Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, e Haruo Ishikawa, presidente do Seconci-SP, o dado positivo reflete o cuidado redobrado nas obras diante do recrudescimento da pandemia no país.

“Isto mostra que os protocolos sanitários continuam sendo seguidos à risca pelas empresas e pelos trabalhadores”, afirmam.

“O mais importante é não baixarmos a guarda. É natural que, depois de tantos meses, as pessoas estejam cansadas e às vezes relaxem na observância de medidas de proteção à doença. Contra isso, ainda vamos necessitar de muita paciência e resiliência”, comentam Senra e Ishikawa.

Nesta 39ª rodada, foram obtidas respostas de 42 empresas, respons&aacu...


A 39ª Pesquisa “Conhecendo as Ações das Construtoras Paulistas no Combate à Covid-19”, realizada semanalmente por SindusCon-SP e Seconci-SP (Serviço Social da Construção), mostrou uma interrupção na tendência de leve crescimento dos casos de contaminação por Covid-19, registrada nas últimas semanas.

Nesta última rodada, os suspeitos de contaminação pela Covid-19 nos canteiros de obras do Estado de São Paulo declinaram de 0,32% para 0,30% do número de trabalhadores; e os confirmados oscilaram de 0,14% para 0,13%.

De acordo com Odair Senra, presidente do SindusCon-SP, e Haruo Ishikawa, presidente do Seconci-SP, o dado positivo reflete o cuidado redobrado nas obras diante do recrudescimento da pandemia no país.

“Isto mostra que os protocolos sanitários continuam sendo seguidos à risca pelas empresas e pelos trabalhadores”, afirmam.

“O mais importante é não baixarmos a guarda. É natural que, depois de tantos meses, as pessoas estejam cansadas e às vezes relaxem na observância de medidas de proteção à doença. Contra isso, ainda vamos necessitar de muita paciência e resiliência”, comentam Senra e Ishikawa.

Nesta 39ª rodada, foram obtidas respostas de 42 empresas, responsáveis por 529 obras, envolvendo 34.859 empregos diretos e terceirizados, de 11 a 17 de fevereiro.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159 - Fax (11) 3662-2192

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade