ABRIR
FECHAR
21 de outubro de 2021
Voltar

Fonte solar atinge marca histórica de 11 GW no Brasil

Desde 2012, setor já atraiu mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados no país
Fonte: Assessoria de Imprensa

O Brasil acaba de ultrapassar a marca histórica de 11 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica, em usinas de grande porte e sistemas de pequeno e médio portes.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), desde 2012 a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos, R$ 15,2 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados.

Com isso, também evitou a emissão de 12,5 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Para o CEO da entidade, Rodrigo Sauaia, o avanço da energia solar no país – via grandes usinas e pela geração própria em residências, pequenos negócios, propriedades rurais e prédios públicos – é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do Brasil.

“As usinas solares de grande porte geram eletricidade a preços até dez vezes menores do que as termelétricas fósseis emergenciais ou a energia elétrica importada de países vizinhos atualmente, duas das principais responsáveis pelo aumento tarifário sobre os consumidores”, comenta.

O Brasil possui 3,8 GW de potência instalada em usinas sol...


O Brasil acaba de ultrapassar a marca histórica de 11 gigawatts (GW) de potência operacional da fonte solar fotovoltaica, em usinas de grande porte e sistemas de pequeno e médio portes.

De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), desde 2012 a fonte solar já trouxe ao Brasil mais de R$ 57,2 bilhões em novos investimentos, R$ 15,2 bilhões em arrecadação aos cofres públicos e gerou mais de 330 mil empregos acumulados.

Com isso, também evitou a emissão de 12,5 milhões de toneladas de CO2 na geração de eletricidade.

Para o CEO da entidade, Rodrigo Sauaia, o avanço da energia solar no país – via grandes usinas e pela geração própria em residências, pequenos negócios, propriedades rurais e prédios públicos – é fundamental para o desenvolvimento social, econômico e ambiental do Brasil.

“As usinas solares de grande porte geram eletricidade a preços até dez vezes menores do que as termelétricas fósseis emergenciais ou a energia elétrica importada de países vizinhos atualmente, duas das principais responsáveis pelo aumento tarifário sobre os consumidores”, comenta.

O Brasil possui 3,8 GW de potência instalada em usinas solares de grande porte, o equivalente a 2,0% da matriz elétrica do país.
No segmento de geração própria de energia, são 7,2 GW de potência instalada da fonte solar.

A tecnologia solar é utilizada atualmente em 99,9% de todas as conexões de geração própria no país, liderando com folga o segmento.

Ao somar as capacidades instaladas das grandes usinas e da geração própria de energia solar, a fonte solar ocupa, agora, o quinto lugar na matriz elétrica brasileira.

Recentemente, a solar ultrapassou a potência instalada de termelétricas movidas a petróleo e outros fósseis, que representam 9,2 GW da matriz elétrica brasileira.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade