ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
14 de outubro de 2011
Voltar
Usina Hidrelétrica de Santo Antônio

Preservação do meio ambiente exigiu soluções inovadoras

Na área ambiental, o Consórcio responsável pela construção de Santo Antônio implantou um conjunto de ações vinculadas à reciclagem e reaproveitamento de resíduos, até mesmo um aterro sanitário controlado e licenciado, inclusive aberto a algumas comunidades. A reciclagem inclui elementos industriais, como lâmpadas fluorescentes, tecidos, materiais plásticos. O que não pode ser reciclado é encaminhado para o aterro. Os resíduos orgânicos viram adubos, utilizados posteriormente no replantio para recuperação das áreas afetadas pela construção.

A estação de água adotou uma solução inovadora: é utilizado um componente orgânico chamado Veta Orgânica (extraído de uma árvore conhecida como Acássia Negra) para fazer a flotação e decantação d´água, eliminando o uso de componente químico (sulfato de alumínio). O composto consegue realizar o mesmo papel de aglutinar as partículas, de modo a facilitar sua separação do líquido. A água é totalmente aproveitada, em circuito fechado, enquanto o material orgânico segue para compostagem e emprego como adubo. Os materiais contaminados são queimados em um incinerador conhecido como modelo Antártida. A sucata de madeira passa por um picador e integra o sistema de compostagem. Um viveiro de mudas alimenta o processo de replantio, que já foi iniciado.

 


Na área ambiental, o Consórcio responsável pela construção de Santo Antônio implantou um conjunto de ações vinculadas à reciclagem e reaproveitamento de resíduos, até mesmo um aterro sanitário controlado e licenciado, inclusive aberto a algumas comunidades. A reciclagem inclui elementos industriais, como lâmpadas fluorescentes, tecidos, materiais plásticos. O que não pode ser reciclado é encaminhado para o aterro. Os resíduos orgânicos viram adubos, utilizados posteriormente no replantio para recuperação das áreas afetadas pela construção.

A estação de água adotou uma solução inovadora: é utilizado um componente orgânico chamado Veta Orgânica (extraído de uma árvore conhecida como Acássia Negra) para fazer a flotação e decantação d´água, eliminando o uso de componente químico (sulfato de alumínio). O composto consegue realizar o mesmo papel de aglutinar as partículas, de modo a facilitar sua separação do líquido. A água é totalmente aproveitada, em circuito fechado, enquanto o material orgânico segue para compostagem e emprego como adubo. Os materiais contaminados são queimados em um incinerador conhecido como modelo Antártida. A sucata de madeira passa por um picador e integra o sistema de compostagem. Um viveiro de mudas alimenta o processo de replantio, que já foi iniciado.

 

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade