ABRIR
FECHAR
ABRIR
FECHAR
14 de outubro de 2010
Voltar
Turismo

Obra de aquário na zona portuária do Rio de Janeiro deve começar em outubro

A construção do Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio), parte do projeto de revitalização da zona portuária da capital carioca, deverá começar em outubro. As informações são de Roberto Kreimer, presidente da Kreimer Engenharia, empresa responsável pela execução e gestão da obra. O investimento será de R$ 100 milhões.

Segundo ele, o projeto do aquário, elaborado pelo arquiteto Alcides Horácio Azevedo, da Alhora Arquitetos Associados, já foi concluído. “Estamos na fase de conclusão do projeto de detalhamento técnico e de obtenção de todas as licenças na prefeitura”, explica Kreimer. “A previsão é que a obra comece em outubro e seja concluída em até 24 meses a partir da data de início da construção”, completa.

O empreendimento possuirá 25 mil m² de área construída e será localizado no ex-prédio da Cibrazem (Companhia Brasileira de Armazenamento). “O edifício do AquaRio abrigava antigamente um armazém. Como a fachada é tombada, teremos que preservá-la e recuperá-la conforme especificado pela prefeitura”, conta o presidente da Kreimer Engenharia.

O projeto do AquaRio prevê um tanque principal com 3,7 milhões de litros de água, sete metros de pé direito e um túnel interno que dividirá em dois ambientes: o Recinto Oceânico e o Recinto de Mergulho. Além de espaços de lazer, o local ainda terá o Centro de Referência e Recuperação da Fauna Marinha, uma parceria com o Departamento de Biologia Marinha da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

O edifício será composto de dois pisos de estacionamento com 280 vagas e diversos tanques, num total de 5 milhões de litros de água, que abrigarão cerca de 12 mil animais de 400 espécies diferentes. A empresa de engenharia pretende adotar soluções para a redução do consumo de energia e de água no AquaRio, como, por exemplo, manter a água dos tanques na temperatura ideal para os animais, eliminando a necessidade de refrigeração, reaproveitar água em outros espaços e utilizar a ventilação natural no ambiente para diminuir o consumo de energia.


A construção do Aquário Marinho do Rio de Janeiro (AquaRio), parte do projeto de revitalização da zona portuária da capital carioca, deverá começar em outubro. As informações são de Roberto Kreimer, presidente da Kreimer Engenharia, empresa responsável pela execução e gestão da obra. O investimento será de R$ 100 milhões.

Segundo ele, o projeto do aquário, elaborado pelo arquiteto Alcides Horácio Azevedo, da Alhora Arquitetos Associados, já foi concluído. “Estamos na fase de conclusão do projeto de detalhamento técnico e de obtenção de todas as licenças na prefeitura”, explica Kreimer. “A previsão é que a obra comece em outubro e seja concluída em até 24 meses a partir da data de início da construção”, completa.

O empreendimento possuirá 25 mil m² de área construída e será localizado no ex-prédio da Cibrazem (Companhia Brasileira de Armazenamento). “O edifício do AquaRio abrigava antigamente um armazém. Como a fachada é tombada, teremos que preservá-la e recuperá-la conforme especificado pela prefeitura”, conta o presidente da Kreimer Engenharia.

O projeto do AquaRio prevê um tanque principal com 3,7 milhões de litros de água, sete metros de pé direito e um túnel interno que dividirá em dois ambientes: o Recinto Oceânico e o Recinto de Mergulho. Além de espaços de lazer, o local ainda terá o Centro de Referência e Recuperação da Fauna Marinha, uma parceria com o Departamento de Biologia Marinha da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro).

O edifício será composto de dois pisos de estacionamento com 280 vagas e diversos tanques, num total de 5 milhões de litros de água, que abrigarão cerca de 12 mil animais de 400 espécies diferentes. A empresa de engenharia pretende adotar soluções para a redução do consumo de energia e de água no AquaRio, como, por exemplo, manter a água dos tanques na temperatura ideal para os animais, eliminando a necessidade de refrigeração, reaproveitar água em outros espaços e utilizar a ventilação natural no ambiente para diminuir o consumo de energia.

Mais matérias sobre esse tema

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade