FECHAR
FECHAR
05 de setembro de 2019
Voltar

EMPRESAS

OEC mostra acervo de 5 mil quilômetros na construção de dutos na Rio Pipeline 2019

A empresa levou para o seu estande no evento um simulador de Pipelayer, equipamento utilizado na movimentação de tubos em obras de dutos
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Odebrecht Engenharia e Construção (OEC) participa da Rio Pipeline 2019, maior evento nacional da indústria de dutos, que ocorre entre os dias 3 e 5 de setembro, no Rio de Janeiro.
A empresa tem um grande histórico no setor, tendo implantado mais de 5 mil km de polidutos e gasodutos em diversos países e em áreas de condições climáticas extremas, como em desertos, selva Amazônica, Cordilheira dos Andes e Patagônia Argentina.

Para Eduardo Quintella, diretor de Operações da OEC no Brasil, a participação no evento é uma oportunidade de mostrar todo o histórico de realizações da construtora neste ramo.

“Nossas obras foram feitas com nível de qualidade internacionalmente reconhecida e acreditamos que estamos prontos para atender às demandas de qualquer cliente neste segmento”, explica.

O gerente de Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho da OEC, Fernando Resende, que atua na Argentina, durante o evento, palestrou sobre o COE (Centro de Operações de Emergências), projeto de segurança integrada implementado durante a construção do Gasoduto Sul Peruano, obra que atravessa mais de 1.100 quilômetros de selva, cordilheira e deserto, com altitudes variando do nível do mar até 4.900 metros, o que demandava uma atenção especial para casos de emergências.

O sistema foi premiado com o IPLOCA Awards, concedido pela principal associação de construtores deste segmento, em 2016, num evento ocorrido na França.

A OEC contou com um estande de 24 m², no qual disponibilizará um simulador de pipelayer, tipo de guindaste adaptado a uma escavadeira desenvolvido pela Volvo, no qual o visitante pôde simular a operação de montagem dos dutos.