FECHAR
23 de julho de 2020
Voltar

EMPRESAS

Curitiba adota plataforma que reduz custos e prazos

A maringaense Buysoft foi a responsável pela implementação de todas as etapas do BIM - Building Information Modeling, para o IPPUC
Fonte: Assessoria de Imprensa

O IPPUC – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, é responsável pela elaboração de estudos, contratação e fiscalização de inúmeros projetos e atividades para subsidiar obras e serviços de engenharia e arquitetura no âmbito da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Com a evolução tecnológica e com metodologias específicas para desenvolvimento de projetos como o BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção em tradução para o português), o IPPUC abriu em 2018 um edital para a contratação de um parceiro que ajudasse a instituição na otimização dos processos de trabalho com foco em modernização.

O objetivo era contratar uma empresa que pudesse guiar o instituto na substituição gradual do processo projetual (baseado na tecnologia CAD), por sistemas de BIM, permitindo a redução de prazos para elaboração dos projetos, além de proporcionar maior qualidade na execução das obras e redução dos custos.

O IPPUC já utilizava algumas ferramentas voltadas para a metodologia BIM, mas ainda não possuía a integração entre as informações ou a padronizações dos processos.

...

O IPPUC – Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba, é responsável pela elaboração de estudos, contratação e fiscalização de inúmeros projetos e atividades para subsidiar obras e serviços de engenharia e arquitetura no âmbito da Prefeitura Municipal de Curitiba.

Com a evolução tecnológica e com metodologias específicas para desenvolvimento de projetos como o BIM (Building Information Modeling ou Modelagem da Informação da Construção em tradução para o português), o IPPUC abriu em 2018 um edital para a contratação de um parceiro que ajudasse a instituição na otimização dos processos de trabalho com foco em modernização.

O objetivo era contratar uma empresa que pudesse guiar o instituto na substituição gradual do processo projetual (baseado na tecnologia CAD), por sistemas de BIM, permitindo a redução de prazos para elaboração dos projetos, além de proporcionar maior qualidade na execução das obras e redução dos custos.

O IPPUC já utilizava algumas ferramentas voltadas para a metodologia BIM, mas ainda não possuía a integração entre as informações ou a padronizações dos processos.

Além das melhorias do ponto de vista da gestão, fazer essa aquisição obedece a uma regra que entrará em vigor em breve.

O uso do Building Information Modelling (BIM) será obrigatório a partir de 2021 nos projetos e construções brasileiras. Esse foi o teor do Decreto Presidencial assinado em 2018 para democratizar a plataforma no país.

O BIM é mais que um modelo 3D parametrizado, é uma forma de coordenar informações por meio de bancos de dados, partindo de modelos tridimensionais que integram todas as informações relativas à construção em diversas fases de seu ciclo de vida.

Essa integração proporciona a compatibilização entre as diversas disciplinas que compõem a elaboração do projeto e maior precisão no levantamento de quantitativos para elaboração de planilhas de custos.

A Buysoft, empresas de software e soluções em TI, que figura na lista das 500 empresas que mais crescem nas Américas, de acordo com o Financial Times, venceu o edital e foi escolhida para atuar nas fases iniciais de implementação do BIM no IPPUC e levar o instituto ao nível de maturidade em BIM nível 2.

“A empresa maringaense é uma das principais parceiras da Autodesk na implementação do processo BIM no Brasil e reúne profissionais de engenharia e arquitetura especializados na utilização das plataformas e consegue, assim, demonstrar o quanto as soluções Autodesk agregam valor ao trabalho dos clientes”, afirma Clemilson Correia, CEO da Buysoft.

O IPPUC está investindo na tecnologia BIM para aprimorar o trabalho e atender à legislação federal que determina a aplicação desta tecnologia na estruturação dos projetos no setor público.

A Buysoft, explica Correia, foi responsável pela entrega de licenças da Autodesk AEC Collection e prestou 448 horas de serviços em diversas fases do projeto: o plano de execução do BIM pelo IPPUC, desenvolvimento e implementação de padrões BIM, além do treinamento, incialmente endereçado a 25 usuários, e a implementação do Projeto Piloto.