FECHAR
03 de outubro de 2019
Voltar

EMPRESAS / Investimento em mão de obra e em tecnologia nos armazéns é prioridade

A Zebra Technologies Corporation empresa com soluções e parceiros que permitem às empresas obter a vantagem competitiva de que precisam, anunciou na semana passada os resultados do estudo Futuro dos Armazéns 2024, que apontou que tanto o aumento da automação quanto o crescimento da força de trabalho serão soluções essenciais para armazéns, centros de distribuição e de abastecimento das empresas nos próximos cinco anos.

O estudo aponta que mais de 74% dos entrevistados brasileiros concordam que a introdução de mais trabalhadores em conjunto com soluções tecnológicas é a melhor maneira de automatizar os armazéns, embora apenas 35% veem claramente por onde começar esse processo.

Vale adicionar que 89% dos tomadores de decisão brasileiros da área estão em processo de expansão ou já têm um plano para ampliar o tamanho de seus armazéns até 2024. Durante o mesmo período, 84% antecipam um aumento no número de galpões.

A pesquisa analisa estratégias de líderes de Operação e TI para modernizar seus galpões e acompanhar as exigências da economia sob demanda.

Foram entrevistados 1.403 executivos dos setores de manufatura, transporte e logística, varejo, correio e distribui...


A Zebra Technologies Corporation empresa com soluções e parceiros que permitem às empresas obter a vantagem competitiva de que precisam, anunciou na semana passada os resultados do estudo Futuro dos Armazéns 2024, que apontou que tanto o aumento da automação quanto o crescimento da força de trabalho serão soluções essenciais para armazéns, centros de distribuição e de abastecimento das empresas nos próximos cinco anos.

O estudo aponta que mais de 74% dos entrevistados brasileiros concordam que a introdução de mais trabalhadores em conjunto com soluções tecnológicas é a melhor maneira de automatizar os armazéns, embora apenas 35% veem claramente por onde começar esse processo.

Vale adicionar que 89% dos tomadores de decisão brasileiros da área estão em processo de expansão ou já têm um plano para ampliar o tamanho de seus armazéns até 2024. Durante o mesmo período, 84% antecipam um aumento no número de galpões.

A pesquisa analisa estratégias de líderes de Operação e TI para modernizar seus galpões e acompanhar as exigências da economia sob demanda.

Foram entrevistados 1.403 executivos dos setores de manufatura, transporte e logística, varejo, correio e distribuição por atacado na América do Norte, Ásia-Pacífico, Europa e América Latina, onde foram consultados tomadores de decisão brasileiros e mexicanos.

“Os executivos estão preparados para enfrentar o crescimento da demanda nos próximos cinco anos e estão modernizando os processos de seus armazéns de maneira gradual, melhorando a produtividade de trabalhadores e equipamentos e aperfeiçoando o fluxo de trabalho”, analisa o general manager da Zebra Technologies no Brasil, Vanderlei Ferreira.

“Até 2024, a tendência é de que as soluções continuem a ser integradas com uma abordagem cada vez mais holística, criando ambientes baseados em dados que equilibram a automação da força de trabalho e do armazém com o treinamento de trabalhadores na linha de base, obtendo uma vantagem competitiva que, nesta altura, os transforma em pioneiros no caminho da modernização”, completa.