FECHAR
28 de novembro de 2019
Voltar

EMPRESAS

Bureau Veritas ingressa no mercado de telecomunicações

Setor responde por mais de 3% do PIB e seguirá em crescimento com a chegada da tecnologia 5G no Brasil
Fonte: Assessoria de Imprensa

O Grupo Bureau Veritas, empresa especializada em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), entra no mercado de Telecomunicações para fiscalização de obras e manutenção de torres de antenas de celulares no Brasil.
O setor é estratégico. No primeiro semestre de 2019, gerou receita de quase R$ 60 bilhões no Brasil, equivalente a 3,6% do PIB, e somente as prestadoras de serviços de Telecom investiram R$ 15 bilhões em expansão, modernização e qualidade no mesmo período. A previsão é de crescimento, com a chegada da tecnologia 5G no país.

“Estamos animados com nossa entrada no mercado de Telecom. A chegada da tecnologia 5G ao Brasil exigirá melhorias na infraestrutura atual e construção de novas estações que irão suportar os novos equipamentos. A perspectiva é de que, nos próximos três anos, o país dobre a quantidade de antenas hoje instaladas, que é de aproximadamente 70 mil”, avalia Rafael Andrioli, diretor comercial do Bureau Veritas.

O Grupo será responsável pelo gerenciamento e fiscalização de obras de novas torres, além da manutenção preventiva e corretiva das novas instalações e das demais já em operação no Sudeste do pa&iac...


O Grupo Bureau Veritas, empresa especializada em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), entra no mercado de Telecomunicações para fiscalização de obras e manutenção de torres de antenas de celulares no Brasil.
O setor é estratégico. No primeiro semestre de 2019, gerou receita de quase R$ 60 bilhões no Brasil, equivalente a 3,6% do PIB, e somente as prestadoras de serviços de Telecom investiram R$ 15 bilhões em expansão, modernização e qualidade no mesmo período. A previsão é de crescimento, com a chegada da tecnologia 5G no país.

“Estamos animados com nossa entrada no mercado de Telecom. A chegada da tecnologia 5G ao Brasil exigirá melhorias na infraestrutura atual e construção de novas estações que irão suportar os novos equipamentos. A perspectiva é de que, nos próximos três anos, o país dobre a quantidade de antenas hoje instaladas, que é de aproximadamente 70 mil”, avalia Rafael Andrioli, diretor comercial do Bureau Veritas.

O Grupo será responsável pelo gerenciamento e fiscalização de obras de novas torres, além da manutenção preventiva e corretiva das novas instalações e das demais já em operação no Sudeste do país.