FECHAR
04 de junho de 2016
Voltar
Agenda 2016

Time de peso discute cimento e construção sustentável

O Brasil é um país hegemonicamente construído em concreto. E toda a construção passa pela indústria de cimento brasileira, que tem feito expressivos investimentos ampliando sua capacidade produtiva, buscando sempre novas tecnologias de fabricação que minimizem cada dia mais os impactos ambientais. Para conhecer as ações que essa indústria desenvolve é importante criar oportunidades que permitam aos profissionais e empresas que integram o trade, apresentar todas as ações conduzidas e inovações no processo produtivo, de sorte a fomentar a troca de experiências e a transferência dos mais atuais conhecimentos sobre a indústria nacional e internacional de cimento.

E a principal oportunidade para tal se dá por meio de entidade técnica do setor, a Associação Brasileira de Cimento Portland – ABCP, que retomou a realização, com periodicidade bienal, do Congresso Brasileiro de Cimento – CBCi, promovendo assim o principal evento técnico do setor.

A sétima edição do congresso acontecerá de 20 a 22 de junho, em São Paulo. Para o evento, a ABCP confirmou a presença de três palestrantes internacionais que farão conferências magnas. Para abrir o evento, o ex-ministro e atual presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, o professor, físico e político, José Goldemberg, vai falar sobre o compromisso do Brasil em relação a COP 21-Paris e sobre a indústria de cimento nacional.

Entre os palestrantes internacionais confirmados, o diretor de Aplicações em Negócios do Conselho Mundial Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), Philippe Fonta, também vai a abordar a COP 21, com foco nos resultados das negociações e os efeitos sobre a indústria cimenteira mundial. Outro que vai marcar presença na plenária do evento é o americano James G. Toscas, presidente e CEO da associação americana de cimento, a Portland Cement Association (PCA). James vai trazer e apresentar a avaliação do ciclo de vida de edifícios e pavimentos e a construção sustentável.

Para fechar o time de palestrantes internacionais com presença garantida nas apresentações magnas, Maria José Garcia, diretora executiva da Federação Interamericana de Cimento (Ficem) mostrará o estado da arte do coprocessamento na América Latina.

Trabalhos técnicos

A Comissão Científica do Congresso está finalizando as avaliações dos mais de 100 trabalho


O Brasil é um país hegemonicamente construído em concreto. E toda a construção passa pela indústria de cimento brasileira, que tem feito expressivos investimentos ampliando sua capacidade produtiva, buscando sempre novas tecnologias de fabricação que minimizem cada dia mais os impactos ambientais. Para conhecer as ações que essa indústria desenvolve é importante criar oportunidades que permitam aos profissionais e empresas que integram o trade, apresentar todas as ações conduzidas e inovações no processo produtivo, de sorte a fomentar a troca de experiências e a transferência dos mais atuais conhecimentos sobre a indústria nacional e internacional de cimento.

E a principal oportunidade para tal se dá por meio de entidade técnica do setor, a Associação Brasileira de Cimento Portland – ABCP, que retomou a realização, com periodicidade bienal, do Congresso Brasileiro de Cimento – CBCi, promovendo assim o principal evento técnico do setor.

A sétima edição do congresso acontecerá de 20 a 22 de junho, em São Paulo. Para o evento, a ABCP confirmou a presença de três palestrantes internacionais que farão conferências magnas. Para abrir o evento, o ex-ministro e atual presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, o professor, físico e político, José Goldemberg, vai falar sobre o compromisso do Brasil em relação a COP 21-Paris e sobre a indústria de cimento nacional.

Entre os palestrantes internacionais confirmados, o diretor de Aplicações em Negócios do Conselho Mundial Empresarial para o Desenvolvimento Sustentável (WBCSD), Philippe Fonta, também vai a abordar a COP 21, com foco nos resultados das negociações e os efeitos sobre a indústria cimenteira mundial. Outro que vai marcar presença na plenária do evento é o americano James G. Toscas, presidente e CEO da associação americana de cimento, a Portland Cement Association (PCA). James vai trazer e apresentar a avaliação do ciclo de vida de edifícios e pavimentos e a construção sustentável.

Para fechar o time de palestrantes internacionais com presença garantida nas apresentações magnas, Maria José Garcia, diretora executiva da Federação Interamericana de Cimento (Ficem) mostrará o estado da arte do coprocessamento na América Latina.

Trabalhos técnicos

A Comissão Científica do Congresso está finalizando as avaliações dos mais de 100 trabalhos técnicos recebidos. Os selecionados serão apresentados em plenária ao longo dos três dias do evento, juntamente com as palestras técnico-comerciais dos fornecedores.

Além de três dias cheios de conteúdos preparados por palestrantes nacionais e internacionais, o evento terá uma área de exposição técnica de fornecedores da indústria com cerca de 600 metros quadrados e mais de 30 expositores confirmados até o momento.

Mais informações junto à Prosper Promoções & Marketing, pelos telefones (51) 3334-8875 e (51) 3334-2065, pelo e-mail 7cbci@prosperpmkt.com.br ou pelo site http://www.7cbci.com.br