FECHAR
FECHAR
05 de abril de 2012
Voltar
Sustentabilidade

Soluções sustentáveis de engenharia e arquitetura

Reuso de materiais, eficiência energética e conforto térmico são temas dos trabalhos vencedores do 4o Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável

Pelo quarto ano consecutivo, a Construtora Norberto Odebrecht promoveu a aproximação com a comunidade acadêmica com o objetivo de estimular a busca de soluções sustentáveis de engenharia e arquitetura. No dia 13 de março aconteceu a cerimônia de premiação da quarta edição do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável. O evento, realizado no Teatro Tom Jobim, no Jardim Botânico (RJ), destacou cinco projetos universitários que propõem soluções de sustentabilidade aplicadas na engenharia, promovendo um debate sobre ‘Tendências sobre as contribuições da engenharia para o desenvolvimento sustentável no ambiente urbano’. Participaram do evento representantes de instituições públicas, privadas, acadêmicas e do terceiro setor.

Os cinco projetos vencedores, de universidades de Santa Catarina (estado representado por dois grupos ganhadores), Goiás, Bahia e Rio Grande do Sul, foram analisados por uma comissão julgadora sob a ótica da viabilidade econômica, responsabilidade ambiental e inclusão social. O autor, ou grupo de autores, e orientadores ganham R$ 20 mil cada. Já as universidades recebem a mesma quantia em prêmios ou patrocínio de bolsas de estudo. Os estudantes autores do trabalho classificado em primeiro lugar são convidados a participar de entrevista para concorrer a vagas nas empresas da Organização Odebrecht.

“Neste ano, surpreendeu-nos a maior quantidade e a qualidade dos trabalhos que se concentraram em sua maioria nos temas da sustentabilidade nos espaços urbanos”, ressalta Sergio Leão, diretor de sustentabilidade da Odebrecht.

A edição deste ano do Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável conta com o apoio de todas as empresas da Organização Odebrecht no Brasil - Braskem, ETH Bioenergia, Foz do Brasil, Odebrecht Energia, Odebrecht Engenharia Industrial, Odebrecht Infraestrutura, Odebrecht Realizações Imobiliárias e Odebrecht Óleo e Gás. O edital também traz mudanças. A partir desta edição, os estudantes classificados em primeiro lugar automaticamente são convidados a participar de entrevista para concorrer a vagas na companhia.

Os projetos devem ser originais, viáveis e desenvolvidos sob a ótica dos três principais pilares da sustentabilidade: viabilidade econômica, responsabilidade ambiental e inclusão social. Além de ser realizado no Brasil, o Prêmio Odebrecht para o Desenvolvimento Sustentável também é realizado em Angola, Estados Unidos, Panamá, Peru, República Dominicana e Venezuela.

Testado em um canteiro de obras