FECHAR
FECHAR
05 de abril de 2012
Voltar
Entrevista

PAC 2: governo faz balanço positivo em obras de logística de transporte

Em março de 2012, o Governo Federal divulgou o balanço do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), considerando o ano de 2011. Na avaliação do governo, a segunda fase do programa representou significativo avanço na recuperação da infraestrutura de logística do País, com investimentos da ordem de R$ 6,1 bilhões para a construção ou recuperação de 628 km em rodovias. Atualmente, o programa está intervindo em outros 6.860 km, sendo 2.293 km de obras de duplicação ou adequação e 4.567 km em construção e pavimentação. Ainda de acordo com o balanço do programa, outros 14.668 km de rodovias foram sinalizados.

No que diz respeito ao modal ferroviário, o PAC 2 tinha executado, até o final de 2011, mais de 3 mil km de estradas de ferro. Desse total, 1.298 km são referentes à Ferrovia Norte-Sul; 874 km à Nova Transnordestina; e 294 km à Ferronorte. Além disso, foram concluídos 71 km de um lote do trecho sul da Ferrovia Norte-Sul, entre os pátios de Santa Isabel e de Jaraguá, no trecho entre Uruaçu e Anápolis, em Goiás. Esse trecho já tem 98% das obras executadas.

Ainda no eixo de transportes, foram concluídas oito obras em portos, com destaque para as de dragagem dos portos de Itajaí e São Francisco do Sul, em Santa Catarina; Suape, em Pernambuco e no Rio de Janeiro.

Na avaliação do governo federal, as três concessões de aeroportos (Guarulhos e Campinas, em São Paulo, além do aeroporto de Brasília) foi o grande avanço no setor aeroportuário, obtendo resultado acima do esperado. O contrato de concessão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN) foi assinado em novembro do ano passado. Com essas quatro concessões, o governo espera um total de R$ 16,7 bilhões em investimentos.

O balanço destaca dez obras aeroportuárias. Entre elas, as de ampliação dos aeroportos de Vitória (ES), Goiânia (GO), Cuiabá (MT) e Porto Alegre (RS). Com essas intervenções, a capacidade dos aeroportos deverá aumentar em mais de 12 milhões de passageiros ao ano.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, elogiou os resultados do primeiro ano da segunda etapa do PAC 2 e reiterou que 2012 será um ano de fortes investimentos para o setor de logística de transporte.

“Esses resultados de 21% executados e 18% de obras concluídas confirmam o que a gente vinha falando durante o ano nos vários balanços que realizamos. Isso tudo apesar de estarmos em um novo ciclo, de obras novas. Mesmo assim, tivemos esses resultados que, agregados à grande aceleração no segundo semestre, mostram um pouco do que será 2012”, completou.