FECHAR
FECHAR
11 de fevereiro de 2016
Voltar
Momento Expo

Construction Expo 2016 terá pavilhão inédito do World of Concrete

Parceria histórica entre a maior feira do concreto das Américas e a Sobratema possibilitará a apresentação, no Brasil, de novos métodos construtivos e grandes novidades da cadeia produtiva do concreto

A última edição da World of Concrete, em 2015, reuniu 1.459 expositores e 55 mil visitantes em uma área de mais de 100.000 m2

Uma ponte de concreto entre o Brasil e os Estados Unidos está estabelecida. A aliança estratégica entre a Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração e a maior feira do concreto das Américas, o World of Concrete, trará para o Brasil o World of Concrete Pavilion, um pavilhão inédito que irá apresentar durante a Construction Expo 2016 – Feira e Congresso Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura, as últimas novidades da cadeia produtiva do concreto no mundo.  A feira será promovida de 15 a 17 de junho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, na capital paulista, e tem como tema central “Cidades em Movimento: Soluções Construtivas para os Municípios Brasileiros”.

“Estamos contentes com essa parceria, porque a Sobratema tem a mesma visão que nós temos em apresentar novas tecnologias, serviços e processos construtivos da área do concreto e da construção”, disse Rick Yelton, editor geral do World of Concrete, em sua apresentação no evento que marcou o lançamento do WOC Pavilion na Construction Expo 2016, realizado em novembro, em São Paulo. “Além disso, compartilhamos a mesma preocupação ante a educação e o aperfeiçoamento de quem atua no segmento”, acrescentou. A WOC tem se transformado, nos últimos anos, em um evento no qual a certificação, a formação e a capacitação acontecem, transferindo conhecimento e informação para os profissionais.

De acordo com Juan Manuel Altstadt, vice-presidente da Sobratema, são mais de 10 anos de um importante relacionamento com o World of Concrete, uma vez que a entidade organiza anualmente missões empresariais para levar uma delegação de profissionais da construção brasileira para a feira, e que culmina nessa grande parceria. “O WOC possui uma grande responsabilidade no desenvolvimento do mercado porque ele fomenta a apresentação de tecnologia e inovação”, analisou.

Sobre os objetivos de trazer um pavilhão para o Brasil, Yelton explicou para os mais de 100 participantes do evento, entre empresários, engenheiros, profissionais e lideranças das mais importantes entidades da área do concreto, que o WOC pretende não apenas trazer o que há de mais novo na cadeia do concreto no mundo, mas contribuir para o desenvolvimento da


A última edição da World of Concrete, em 2015, reuniu 1.459 expositores e 55 mil visitantes em uma área de mais de 100.000 m2

Uma ponte de concreto entre o Brasil e os Estados Unidos está estabelecida. A aliança estratégica entre a Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração e a maior feira do concreto das Américas, o World of Concrete, trará para o Brasil o World of Concrete Pavilion, um pavilhão inédito que irá apresentar durante a Construction Expo 2016 – Feira e Congresso Internacional de Edificações e Obras de Infraestrutura, as últimas novidades da cadeia produtiva do concreto no mundo.  A feira será promovida de 15 a 17 de junho, no São Paulo Expo Exhibition & Convention Center, na capital paulista, e tem como tema central “Cidades em Movimento: Soluções Construtivas para os Municípios Brasileiros”.

“Estamos contentes com essa parceria, porque a Sobratema tem a mesma visão que nós temos em apresentar novas tecnologias, serviços e processos construtivos da área do concreto e da construção”, disse Rick Yelton, editor geral do World of Concrete, em sua apresentação no evento que marcou o lançamento do WOC Pavilion na Construction Expo 2016, realizado em novembro, em São Paulo. “Além disso, compartilhamos a mesma preocupação ante a educação e o aperfeiçoamento de quem atua no segmento”, acrescentou. A WOC tem se transformado, nos últimos anos, em um evento no qual a certificação, a formação e a capacitação acontecem, transferindo conhecimento e informação para os profissionais.

De acordo com Juan Manuel Altstadt, vice-presidente da Sobratema, são mais de 10 anos de um importante relacionamento com o World of Concrete, uma vez que a entidade organiza anualmente missões empresariais para levar uma delegação de profissionais da construção brasileira para a feira, e que culmina nessa grande parceria. “O WOC possui uma grande responsabilidade no desenvolvimento do mercado porque ele fomenta a apresentação de tecnologia e inovação”, analisou.

Sobre os objetivos de trazer um pavilhão para o Brasil, Yelton explicou para os mais de 100 participantes do evento, entre empresários, engenheiros, profissionais e lideranças das mais importantes entidades da área do concreto, que o WOC pretende não apenas trazer o que há de mais novo na cadeia do concreto no mundo, mas contribuir para o desenvolvimento da área no Brasil. “Achamos importante dividir o conhecimento e a tecnologia obtidos por nossos expositores, copatrocinadores e entidades parceiras para além dos Estados Unidos. Isso porque quanto mais compartilhamos ideias, maior é o retorno dos investimentos feitos na área de pesquisa e inovação”.

O World of Concrete Pavilion será um local de compartilhamento de experiências e de conhecimento, com oportunidades de abertura de novos negócios. “Também será uma chance para os nossos parceiros adquirirem conhecimento sobre a realidade brasileira e os desafios econômicos e do setor da construção, a fim de vislumbrar potenciais tecnologias que possam ser desenvolvidas no futuro”, destacou Yelton. “Além de contribuir para nossos parceiros alcançarem novos mercados, apresentando suas inovações, eles também poderão ver diferentes culturas que os auxiliarão na criação de novas ideias”, complementou.

Para Yelton, há um grande mercado para as empresas que atuam na área do concreto, uma vez que a inovação vem ocorrendo de maneira muito rápida nesse setor. “Eu costumo percorrer todos os estandes do World of Concrete em busca de inovações e é incrível como, muitas vezes, em estandes bem pequenos há um engenheiro ou um técnico que nos mostra uma tecnologia inovadora e que pode se tornar uma importante ferramenta para melhoria e desenvolvimento da indústria do concreto”, contou. O World of Concrete acontece anualmente em Las Vegas, nos Estados Unidos. A última edição reuniu 1.459 expositores e 55 mil visitantes em uma área de mais de 100.000 m2.

Essa proposta de ter estandes racionalizados também estará no World of Concrete Pavilion, oferecendo, assim, uma forma inovadora de participação das empresas nacionais e internacionais, reduzindo custos e atendendo às necessidades atuais do mercado. “Acredito que teremos condições de trazer atualizações em relação ao BIM, ao uso mais eficiente de insumos, especialmente da água, e outras ideias que podem ajudar as empresas brasileiras da área”, opinou Yelton.

Um dos pontos altos do World of Concrete Pavilion deverá ser a realização de um ciclo de palestras integrado ao Construction Congresso, com apresentação de cases e tecnologias aplicadas em importantes obras de infraestrutura e do setor imobiliário dos Estados Unidos, além de promover uma nova ponte de intercâmbio entre os profissionais brasileiros e estrangeiros da área do concreto.

Durante o evento, Yelton ainda apresentou novidades na área do concreto que foram mostradas em edições atuais da feira. Sobre o mercado nacional, Carlos Alberto Laurito, diretor de Relações Institucionais da Sobratema, traçou um panorama do setor da construção no Brasil, apresentando dados da área de infraestrutura e do mercado imobiliário.

“A retomada do crescimento é algo inevitável. Pode ser no segundo semestre do ano que vem, ou mais adiante, mas que ela acontecerá, não há dúvida. Nesse sentido, ganha quem sair na frente. E o empreendedor brasileiro tem o espírito de vencedor e da persistência. Ele não desiste e está sempre atento a todos os aspectos do seu negócio. Nosso objetivo com a feira é estimular os empresários a entender que o Brasil não vai parar nem recuar. Nossa alternativa é disputar as oportunidades que surgirão”, avaliou Laurito.

Rick Yelton, em sua palestra, lembrou que os Estados Unidos também tiveram um período recente de recessão econômica, e que foi um tempo em que se aproveitou para estudar e difundir melhor as inovações tecnológicas do mundo do concreto. “Na retomada, o consumo do concreto é um dos que sai na frente. E isso vem ao encontro dos interesses do mundo do concreto durante o World of Concrete Pavilion e a Construction Expo 2016”.

Segundo Afonso Mamede, presidente da Sobratema, a presença do World of Concrete Pavilion na feira pode agregar muito para a indústria brasileira, sobretudo no momento atual. Além disso, essa parceria não se restringirá ao evento, que ocorre trienalmente. “É uma aliança estratégica de longo prazo que será fomentada por meio das diversas atividades promovidas por nossa entidade, já que a WOC é uma potência em termos de conhecimento e inovação”, ressaltou.

Outro fator que enfatiza a importância dessa parceria é que o WOC Pavilion está ligado diretamente ao tema central da Construction Expo 2016 – Cidades em Movimento: Soluções Construtivas para os Municípios Brasileiros, já que sua concepção destacará eficiência, produtividade e sustentabilidade. “Nossa feira, contará com Salões e Pavilhões Temáticos, que também enfatizarão essas características”, evidenciou Mamede. Entre eles, estão o Projeto VivaCidade, em parceria com o Sinaenco – Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva, o Salão da Sustentabilidade, em parceria com a Inovatech Engenharia/Casa Aqua, o Pavilhão da Acessibilidade, em parceria com a Abridef – Associação Brasileira das Indústrias de Revendedores de Produtos e Serviços para Pessoas com Deficiência, o SmartCities – Internet das Coisas, em parceria com o ITS – Instituto de Tecnologia de Software, O Futuro da Minha Cidade, em parceria com a CBIC – Câmara Brasileira da Construção, e o Pavilhão da Construção Industrializada e Produtividade, em parceria com diversas entidades do setor lideradas pela Abramat – Associação Brasileira da Indústria de Materiais da Construção.

Mamede ainda salientou que a Construction Expo 2016 deverá funcionar, neste momento de crise, como uma forma de se buscar formas para se obter recursos financeiros, que existem e estão disponíveis em diferentes níveis de governo, para auxiliar na esperada retomada das obras. “Além disso, ela servirá ainda para mostrar exemplos concretos de projetos inovadores que estão em andamento em várias cidades, o que também ajuda nesse trabalho de retomada, pois todos estão centrados no aumento da produtividade”, finalizou.