FECHAR
FECHAR
14 de maio de 2020
Voltar

OBRAS

Saída para o país está na infraestrutura

O Senador Major Olímpio, durante Live promovida pela Paving Expo 2020, falou sobre a importância da infraestrutura para o desenvolvimento do Brasil
Fonte: Assessoria de Imprensa

O Brasil precisa de infraestrutura portuária, aeroportuária e rodoviária e de obras estruturais para interligar todos os modais de transporte.

Além disso, é necessário o desenvolvimento de aeroportos regionais, impulsionando a aviação comercial e regional.

Essa constatação é do Senador Major Olímpio, durante Live promovida pela Paving Expo 2020, realizada na semana passada, que contou com a participação de mais de quatro mil pessoas.

De acordo com o senador, o crescimento de 1% na aviação comercial poderia contribuir para uma elevação no Produto Interno Bruto na ordem de 3,5%.

“Precisamos de empresas e investidores para dar suporte e executar o trabalho estrutural necessário ao Brasil”, afirmou.

Ele reforçou ainda o potencial agrícola nacional, com safras cada vez maiores, que precisarão de modais de transporte para escoar seus produtos pelo país e para o exterior. “Na aviação de pulverização já somos o segundo no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos”.

Entretanto, os desdobramentos da pandemia da Covid-19 no Brasil têm afetado todos os aspectos da administração pública, desde a saúde, passando pela assistência social. chegando à economia.

...

O Brasil precisa de infraestrutura portuária, aeroportuária e rodoviária e de obras estruturais para interligar todos os modais de transporte.

Além disso, é necessário o desenvolvimento de aeroportos regionais, impulsionando a aviação comercial e regional.

Essa constatação é do Senador Major Olímpio, durante Live promovida pela Paving Expo 2020, realizada na semana passada, que contou com a participação de mais de quatro mil pessoas.

De acordo com o senador, o crescimento de 1% na aviação comercial poderia contribuir para uma elevação no Produto Interno Bruto na ordem de 3,5%.

“Precisamos de empresas e investidores para dar suporte e executar o trabalho estrutural necessário ao Brasil”, afirmou.

Ele reforçou ainda o potencial agrícola nacional, com safras cada vez maiores, que precisarão de modais de transporte para escoar seus produtos pelo país e para o exterior. “Na aviação de pulverização já somos o segundo no mundo, perdendo apenas para os Estados Unidos”.

Entretanto, os desdobramentos da pandemia da Covid-19 no Brasil têm afetado todos os aspectos da administração pública, desde a saúde, passando pela assistência social. chegando à economia.

“Até julho, já será destinado um montante próximo a R$ 1 trilhão para o combate dessa crise. Isso é muito mais do que seria economizado com 10 anos de previdência. A pandemia acabou desmontando uma série de estruturas e o planejamento que a área econômica tinha feito para o país”, lamentou o senador Major Olímpio.

“Hoje, no Congresso, estamos votando as medidas emergenciais da pandemia, de saúde pública e de assistência social”, disse o senador. Porém, em um segundo momento, quando houver uma diminuição da curva de contágio, ele antecipou que deve trabalhar para a retomada de investimentos no país.

Outro ponto trazido pelo senador foi que há um programa amplo para a comercialização de parte dos 700 mil imóveis e áreas pertencentes ao governo federal.

Segundo ele, existem locais muito atrativos para realizar uma parceria com a iniciativa privada, a fim de que esses locais sejam utilizados para uma diversidade de empreendimentos. Isso pode gerar, de acordo com sua avaliação, recursos de até R$ 1 trilhão. E parte disso, seria direcionado à infraestrutura.

Durante a Live promovida pela Paving Expo, o senador ressaltou ainda a importância da modernização da Lei nº 8666, que trata das licitações e contratos.

“Em determinado momento, realmente, a lei chegou com uma solução. Contudo, o avanço das modalidades de negócio exige uma lei mais moderna e ágil para que possa efetivamente atender as necessidades de infraestrutura no Brasil”, disse.

Além disso, Major Olímpio também avaliou a necessidade de mudança nos próprios órgãos públicos, uma vez que a morosidade na aprovação dos projetos ou na certificação ambiental atrasam o início de uma obra que poderia beneficiar toda a sociedade.

“Atualmente, para a construção de uma PCH (Pequena Central Hidrelétrica) leva-se, em média, 10 anos para obtenção de uma certificação ambiental. Com isso, não é possível manter os investidores”, analisou.

O senador, que é sub-relator da Comissão Mista da Reforma Tributária no Senado Federal, comentou sobre essa pauta em sua participação na Live da Paving Expo 2020.

“Infelizmente, há uma disparidade de quem, como e quanto se paga de tributos no país. Por isso, estou participando de reuniões com diversos setores, recebendo sugestões de como fazer uma reforma tributária e de como priorizar os investimentos”, destacou.

Por fim, sobre a realização da Paving Expo, o senador Major Olímpio lembrou que a edição 2019 foi um sucesso. Ele, que participou da abertura do evento no ano passado, comentou como foi importante ver o empresariado brasileiro e internacional que esteve na feira, mostrando seus equipamentos e produtos.

Considerada pelo mercado como o mais importante encontro do segmento de infraestrutura viária e rodoviária do Brasil, a Paving Expo 2020 acontece nos dias 29 e 30 de setembro e 1º de outubro de 2020, no Expo Center Norte e espera contar com 120 expositores nacionais e internacionais e atrair 10 mil profissionais do setor e 2000 congressistas.