FECHAR
05 de setembro de 2019
Voltar

INFRAESTRUTURA / Mercado de pavimentação mantém boas perspectivas para 2020

Para ele, a área da construção deve crescer mais do que a de pavimentação. “Com base nos dados da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), acredito que a alta da construção deve ficar perto dos 40% enquanto que a pavimentação entre 20% e 30%. Para 2020, o incremento será maior”, avaliou Santos.

A Dynapac destaca na feira o lançamento da série Rhino de rolos compactadores, a partir de 10 toneladas, com motor mais tecnológico, potente e com consumo de combustível menor.

José Carlos Romanelli, diretor da Romanelli, ressaltou que estão ocorrendo obras de manutenção, usando tecnologia e que o poder público está se preparando para lançar novas obras em 2020.

“Realmente, este ano está melhor que 2018. Estamos vendo uma sequência mais constante de negócios. Mas, a expectativa está no próximo ano”, disse.

A companhia apresentou a terceira geração de secadores de solo na Paving Expo, além de um novo espargidor. “Os visitantes estão interessados em tecnologia e em produtividade”.

Para a Caterpillar, que anunciou a inclusão de dois compactadores vibratórios tandem de tamanho médio à sua família de produtos de pavimentação, a Paving Expo representa uma oportunidade de mostrar aos clientes que a empresa está preparada para atender esse crescimento esperado para o próximo ano.

“Neste momento, no segmento de pavimentação, o Brasil está um pouco melhor do que o restante da América Latina”, avaliou Melania Monje, gerente de pavimentação para América Latina da marca.

A New Holland Construction realizou o pré-lançamento do rolo compactador na Paving Expo por acreditar no potencial do evento.

“Em nossa avaliação, entendemos que deve haver um aumento nas concessões e que o investimento em infraestrutura será um dos pilares do governo. Assim, aproveitamos para incluir no mercado da América Latina um produto que até então não havia em nosso portfólio, mas que já é vendido em outras regiões”, explicou Giovanni Borgonovo, gerente de marketing da marca.