FECHAR
FECHAR
04 de outubro de 2013
Voltar
Momento Construction

Soluções na cadeia do concreto

Salão temático, visita técnica a fábrica de estruturas pré-fabricadas, curso técnico e ampla linha de produtos para aplicação e formatação do concreto foram destaques durante a Construction Expo 2013

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A presença da Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic) na Construction Expo 2013 ganhou expressiva visibilidade com a apresentação do Salão Abcic da Construção Industrializada do Concreto, um espaço exclusivo destinado a ressaltar, para os visitantes, a importância da indústria de pré-fabricado no desenvolvimento tecnológico e na evolução da construção civil brasileira. “O desenvolvimento do Salão Abcic, juntamente com o curso e a visita técnica promovida a uma unidade da Cassol, cumpriram papel decisivo para levar informação qualificada a toda a cadeia da construção civil e ao visitante da Construction Expo”, diz Íria Doniak, presidente-executiva da associação.

De acordo com ela, a participação da entidade na feira foi significativa exatamente pela atuação nas três frentes. A seu ver, a repercussão não teria sido tão expressiva se a ação não estivesse integrada ao Construction Congresso. “O desenvolvimento da construção civil no Brasil virá através da industrialização, capacitação profissional e inovação”, afirma. Antes de promover o curso Pré-fabricados de Concreto – Uma abordagem completa da fábrica aos canteiros de obras, frequentado por 60 alunos, havia certa incerteza sobre a funcionalidade de um curso de oito horas ministrado concomitantemente a uma feira. “Mas foi uma grata surpresa, pois o público se manteve interessado até o final”, afirma.

Para Paulo Sergio Teixeira Cordeiro, diretor de marketing da entidade, o público visitante do Salão era diferenciado, de elevado nível profissional e com grande conhecimento técnico. “Com a realização do Salão, nosso objetivo era ter um espaço para receber todos os profissionais envolvidos, direta ou indiretamente, com o universo do pré-fabricado, para reforçar conceitos, estimular a busca por novos conhecimentos e também consolidar relacionamentos. Nesse sentido, creio que nossa meta foi plenamente alcançada”, afirmou. A maioria dos patrocinadores do Salão foi unânime em reconhecer seu sucesso.

Fundada em 2001, com o objetivo de difundir e qualificar os pré-moldados de concreto destinados às estruturas, fachadas e fundações, a Abcic reúne mais de 100 associados. Sua atuação é caracterizada pela promoção e desenvolvimento do setor, com iniciativas como a criação do


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A presença da Associação Brasileira da Construção Industrializada de Concreto (Abcic) na Construction Expo 2013 ganhou expressiva visibilidade com a apresentação do Salão Abcic da Construção Industrializada do Concreto, um espaço exclusivo destinado a ressaltar, para os visitantes, a importância da indústria de pré-fabricado no desenvolvimento tecnológico e na evolução da construção civil brasileira. “O desenvolvimento do Salão Abcic, juntamente com o curso e a visita técnica promovida a uma unidade da Cassol, cumpriram papel decisivo para levar informação qualificada a toda a cadeia da construção civil e ao visitante da Construction Expo”, diz Íria Doniak, presidente-executiva da associação.

De acordo com ela, a participação da entidade na feira foi significativa exatamente pela atuação nas três frentes. A seu ver, a repercussão não teria sido tão expressiva se a ação não estivesse integrada ao Construction Congresso. “O desenvolvimento da construção civil no Brasil virá através da industrialização, capacitação profissional e inovação”, afirma. Antes de promover o curso Pré-fabricados de Concreto – Uma abordagem completa da fábrica aos canteiros de obras, frequentado por 60 alunos, havia certa incerteza sobre a funcionalidade de um curso de oito horas ministrado concomitantemente a uma feira. “Mas foi uma grata surpresa, pois o público se manteve interessado até o final”, afirma.

Para Paulo Sergio Teixeira Cordeiro, diretor de marketing da entidade, o público visitante do Salão era diferenciado, de elevado nível profissional e com grande conhecimento técnico. “Com a realização do Salão, nosso objetivo era ter um espaço para receber todos os profissionais envolvidos, direta ou indiretamente, com o universo do pré-fabricado, para reforçar conceitos, estimular a busca por novos conhecimentos e também consolidar relacionamentos. Nesse sentido, creio que nossa meta foi plenamente alcançada”, afirmou. A maioria dos patrocinadores do Salão foi unânime em reconhecer seu sucesso.

Fundada em 2001, com o objetivo de difundir e qualificar os pré-moldados de concreto destinados às estruturas, fachadas e fundações, a Abcic reúne mais de 100 associados. Sua atuação é caracterizada pela promoção e desenvolvimento do setor, com iniciativas como a criação do Selo de Excelência Abcic, programa que atesta a conformidade aos padrões de tecnologia, qualidade, segurança, meio ambiente e desempenho das empresas do setor de pré-fabricados. A entidade também instituiu o Prêmio Obra do Ano em Pré-Fabricado, que prestigia empresas e profissionais do setor, e o Anuário Abcic, que traz informações mercadológicas, técnicas e políticas da industrialização na construção.

A associação possui uma integração com prestigiadas entidades nacionais e internacionais, como é o caso da FIB - Fédération Internationale du Béton, além de realizar cursos de capacitação profissional e de participar de importantes eventos no Brasil e no exterior.

Vantagens na ponta do lápis

Todos os que passaram pelo Salão da Abcic conheceram melhor as vantagens do sistema de construção industrializada de concreto, como durabilidade, resistência, precisão, redução de custos, agilidade em atender prazos mais ousados e qualidade. Por meio de 20 painéis fotográficos e salas de exibição de vídeos foi possível o visitante ter uma ideia geral de como funciona o processo de elaboração dos pré-fabricados, desde a fase de projeto, passando pela fabricação até a montagem final na obra.

O salão contou ainda com seis estações de trabalho, três áreas de relacionamentos e bem-estar onde aconteceram os encontros e reuniões de trabalho das empresas patrocinadoras. Ainda durante a Construction Expo 2013, a Abcic promoveu outras ações institucionais como a exibição de um vídeo especialmente produzido para detalhar como funciona o Selo de Excelência Abcic e o lançamento da 3ª edição do Prêmio Obra do Ano, apoiado pela revista Grandes Construções, editada pela Sobratema.

Segundo o presidente do conselho estratégico da Abcic, Aguinaldo Mafra Jr, as três iniciativas da entidade estão alinhadas com a proposta da Sobratema, de criar um conceito de feira, com base em tecnologia, em sistemas construtivos e voltado para um público mais técnico. “Com a elevada demanda, cada vez mais a viabilidade de um empreendimento, seja habitacional ou de infraestrutura, passará pela escolha adequada do sistema construtivo, a fim de que seu cronograma seja seguido, bem como premissas de sustentabilidade e desempenho. A industrialização tem protagonizado importantes desafios na construção civil no Brasil e nossa presença na feira foi fundamental para o setor reafirmar seu posicionamento também no âmbito institucional”.

Ulma lança sistema Autotrepante ATR

Presente em quase 90% das obras em andamento no Brasil, tais como o Túnel Morro da Saúde, no Porto Maravilha, no Rio de Janeiro; Aeroporto Internacional de Viracopos, Campinas; Linha 4 do Metrô de SP; e Estádio Mané Garrincha, em Brasília, entre outros, a Ulma Construcción escolheu a Construction Expo 2013, promovida pela Sobratema, no mês de junho, em São Paulo, para lançar sua inovação para o mercado brasileiro. Trata-se do sistema autotrepante ATR, uma estrutura de suporte de forma, ideal para trabalhos em grandes alturas que, por meio de soluções hidráulicas e mecânicas, se eleva sem qualquer necessidade de grua, levantando consigo a forma.

Sua montagem é realizada através da elevação sucessiva do mastro e do conjunto console/forma ao longo da parede. “A Ulma é uma das poucas empresas do  segmento a utilizar este tipo de sistema no Brasil”,  conta Bruna Cassiano, assistente de Marketing.

Flexível e polivalente para adaptação a todo tipo de necessidades na execução de construções em grande altura, o sistema está preparado para elevar, de forma segura e simultaneamente, forma, plataformas de trabalho e distribuidor de concreto. O sistema hidráulico possibilita a elevação de conjuntos de forma superiores àqueles que uma grua convencional permite elevar, inclusive vários módulos em simultâneo, permitindo ritmos de execução muito elevados. A elevação se dá mesmo em condições climáticas adversas.

Outra característica do sistema autotrepante ATR é a possibilidade de adaptação a paredes de geometria complexa. As plataformas de trabalho são amplas e totalmente protegidas, com acessos seguros.

A grande capacidade de elevação do sistema é outra vantagem. É possível controlar a carga de trabalho de cada cilindro individualmente. A central hidráulica possui capacidade para acionar até 12 cilindros simultaneamente, possibilitando a elevação de grandes conjuntos.

O equipamento dispõe ainda de sistemas de recuo para realizar os trabalhos entre painéis de forma. A gama de sistemas autotrepantes compartilha os acessórios principais.

Além do sistema autotrepante ATR, quem visitou o estande da Ulma na Construction Expo pôde conferir algumas soluções para obras de edificação e construção pesada que a empresa expôs, como a Mesa VR, Escoras Aluprop, Andaime Multidirecional e Escadas Brio, um sistema de andaimes que oferece ao mercado uma forma de encaixe simples e quantidade reduzida de peças, que permite montagem rápida e segura, não necessitando de nenhuma ferramenta especial.

Multiform SH reduz custos de mão de obra

Outra importante provedora de formas para concreto, a SH Formas, Andaimes e Escoramentos Ltda., participou da Construction Expo 2013 dando ênfase à sua atuação no mercado de obras de infraestrutura e construção industrial. A empresa lançou o Multiform SH, sistema de formas para paredes, pilares, geometrias especiais, como pontes e viadutos, estruturas complexas e vãos maiores. Um dos diferenciais desse sistema é o seu material, desenvolvido em perfis em U laminados, unidos entre si com espaçadores, e vigas SH 20 (madeira) fixas com grampos.

Além disso, obtém bons resultados em paredes por possuir painéis maiores (2,44 x 3,00m), formados por Perfis MF e Vigas SH20 forrados com compensado em obra, proporcionando significativa redução de mão de obra em obras repetitivas e com disponibilidade de equipamento de movimentação.

No caso dos pilares, o sistema, com a forma montada em duas metades (tipo “L”), pode ser movimentado com grua até a altura final. Com elementos de ligação articuladores e tensores reguláveis, permite a fácil execução de estruturas especiais como viadutos, túneis, estroncamento de paredes altas e montagem de andaimes de acesso em formas.

A empresa com sede no Rio de Janeiro prevê um crescimento de 24% para este ano, devido às obras de infraestrutura geradas pelos eventos esportivos que o país receberá a partir deste ano até 2016. Ao todo, a SH – que atua há mais de 40 anos no mercado de construção civil – fará investimentos na ordem de R$ 60 milhões no desenvolvimento de novos equipamentos. Desse total, 15% serão investidos no lançamento de novos produtos e R$ 9 milhões em uma nova unidade no Pará.

Sistema de painéis Trio da Peri

Os elevados custos na construção civil requerem sistemas de forma e desforma mais rápidos e fáceis. Somado a isso, o número de peças a serem transportadas influencia no tempo de montagem e, por consequência, no custo de produção. Por isso, a Peri desenvolveu o sistema de painéis Trio, muito versátil, que atende de forma simples e ágil as necessidades de uma obra. As vantagens do sistema Trio foram apresentadas ao mercado pela Peri durante a Construction Expo 2013.

Durante o desenvolvimento do projeto do sistema, os engenheiros da empresa priorizaram a redução de tempo de forma e desforma e o número de componentes individuais, a fim de oferecerem ao mercado um painel modular adaptável a todo o tipo de projeto, desde as pequenas às grandes obras.

Entre as vantagens do sistema Trio da Peri estão o acoplador BDF, que fixa, alinha e une os painéis em uma única operação, e a facilidade de limpeza. Além disso, o elemento TSE para núcleos permite o deslocamento fácil e rápido da deforma de núcleos. Quando elevadas, a forma interna pode ser usada para todos os andares sem necessidade de modificá-la ou desmontar qualquer elemento.

Já os painéis de fechamento podem ser ligados à estrutura do Trio através do acoplador BFD, permitindo uma maior facilidade no trabalho. O painel de fechamento Trio MT/MTF pode ser usado com ou sem juntas de impermeabilização. Uma estrutura de borracha na seção central evita que o concreto escoe.