FECHAR
FECHAR
28 de maio de 2012
Voltar
Obras de Arte

Ponte do Saber é a mais nova deste tipo

No dia 17 de fevereiro deste ano, foi inaugurada a mais nova integrante da família de pontes estaiadas no Brasil.

Trata-se da Ponte do Saber, ligando a Cidade Universitária, na Ilha do Fundão, à Linha Vermelha, no sentido Centro da cidade, Zona Norte do Rio de Janeiro.

Construída sobre o Canal do Fundão, com extensão total de 780 metros, com duas pistas de 4,5 metros de largura cada, a nova obra de arte melhorou o trânsito da Cidade Universitária.

Por ela passam cerca de 1.800 veículos no horário de pico, o que representa uma redução de 60% no número de veículos que antes circulavam na saída da Cidade Universitária.

Projetada pelo arquiteto Alexandre Chan, a ponte se baseia em estudos iniciais feitos pelo professor do Programa de Engenharia Civil da Coppe, Francisco Lopes, e pelo arquiteto Ivan Ferreira Carmo, hoje prefeito da Cidade Universitária.

A ponte é suspensa por 15 estais frontais e seis de retaguarda. Os cabos de sustentação metálicos são ancorados em um único pilar. A estrutura, com 100 metros de altura, é capaz de sustentar o vão livre de 180 metros.

A ponte estaiada é uma das etapas do Programa de Recuperação Ambiental do Canal do Fundão, que faz parte do caderno de encargos do Governo do Estado para os Jogos Olímpicos de 2016. Com recursos da Petrobras, de R$ 321 milhões, as intervenções compreendem a dragagem de 3,6 milhões de metros cúbicos de sedimentos do Canal do Fundão, reurbanização da Vila Residencial da UFRJ, reforço dos pilares de sustentação da Linha Vermelha e o replantio de manguezais, além da construção da ponte estaiada para os quais foram destinados R$ 69 milhões, dos R$ 321 milhões do Programa.