FECHAR
FECHAR
10 de julho de 2012
Voltar
Artigo

Nova metodologia para cálculo dos benefícios e despesas indiretas (BDI)

A globalização da economia transforma o mercado onde, todos os dias, aparecem novos participantes, sejam parceiros, clientes ou competidores, com novos conceitos, métodos, tecnologias e produtos.

Os processos são cada vez mais dinâmicos e a Engenharia Simultânea substitui gradativamente a Engenharia Serial, com reflexos nos custos a partir dos novos regimes contratuais, novos modelos de concessões e novas estruturas organizacionais, mais rasas, bem como a formação de consórcios e pulverização de empresas.

A mensuração na Era do Conhecimento adquire novas formas, pela nova dinâmica proporcionada pela Tecnologia de Informação e Comunicações, mas a arquitetura de informação permanece. Este artigo pretende analisar e fazer considerações sobre a metodologia de cálculo do Benefício e Despesas Indiretas na Construção Civil.

O mercado está mudando rapidamente, cada vez mais complexo e dinâmico, exigindo que as companhias reduzam preços, acelerem operações e aumentem qualidade e inovem constantemente. A resposta das companhias passa por diversas transformações, do número de níveis hierárquicos, expansão lateral de responsabilidades com os profissionais executando tarefas e não funções, e uma revisão constante de estratégias, táticas e processos operacionais. O desenvolvimento de Tecnologias de Informação e Comunicações (TIC) estabelece um elo muito importante entre estratégias de negócios, processos de negócios e engenharia de produtos. A nova Ciência do Conhecimento reconhece que o conhecimento é construído e mantido a partir da informação, sendo desenvolvido através de processos de comunicação e difusão de informações, adicionando-se as experiências pessoais de especialistas, conforme as equações abaixo:

informação = dados + contexto

conhecimento = informação + experiência

O Benefício e Despesas Indiretas (BDI) da Construção Civil tem metodologia de cálculo que envolve, por exemplo, o lucro das empresas construtoras e os tributos pagos ao governo. Sabendo que o BDI depende principalmente do valor do contrato, e tem, significativamente, menos relação com o tipo de obra, das suas condições específicas, como o prazo da obra, bem como diversos fatores intrínsecos de cada obra, não tem sentido um BDI médio, nem mesmo setorizado. Entretanto, o IBEC – Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos é procurado por diversos organismos interessados em alguma referência mínima, mesmo conhecendo as devidas ressalvas aqui descritas. O IBEC promove grupos de estudo, palestras periódicas e cursos sobre div


Os processos são cada vez mais dinâmicos e a Engenharia Simultânea substitui gradativamente a Engenharia Serial, com reflexos nos custos a partir dos novos regimes contratuais, novos modelos de concessões e novas estruturas organizacionais, mais rasas, bem como a formação de consórcios e pulverização de empresas.

A mensuração na Era do Conhecimento adquire novas formas, pela nova dinâmica proporcionada pela Tecnologia de Informação e Comunicações, mas a arquitetura de informação permanece. Este artigo pretende analisar e fazer considerações sobre a metodologia de cálculo do Benefício e Despesas Indiretas na Construção Civil.

O mercado está mudando rapidamente, cada vez mais complexo e dinâmico, exigindo que as companhias reduzam preços, acelerem operações e aumentem qualidade e inovem constantemente. A resposta das companhias passa por diversas transformações, do número de níveis hierárquicos, expansão lateral de responsabilidades com os profissionais executando tarefas e não funções, e uma revisão constante de estratégias, táticas e processos operacionais. O desenvolvimento de Tecnologias de Informação e Comunicações (TIC) estabelece um elo muito importante entre estratégias de negócios, processos de negócios e engenharia de produtos. A nova Ciência do Conhecimento reconhece que o conhecimento é construído e mantido a partir da informação, sendo desenvolvido através de processos de comunicação e difusão de informações, adicionando-se as experiências pessoais de especialistas, conforme as equações abaixo:

informação = dados + contexto

conhecimento = informação + experiência

O Benefício e Despesas Indiretas (BDI) da Construção Civil tem metodologia de cálculo que envolve, por exemplo, o lucro das empresas construtoras e os tributos pagos ao governo. Sabendo que o BDI depende principalmente do valor do contrato, e tem, significativamente, menos relação com o tipo de obra, das suas condições específicas, como o prazo da obra, bem como diversos fatores intrínsecos de cada obra, não tem sentido um BDI médio, nem mesmo setorizado. Entretanto, o IBEC – Instituto Brasileiro de Engenharia de Custos é procurado por diversos organismos interessados em alguma referência mínima, mesmo conhecendo as devidas ressalvas aqui descritas. O IBEC promove grupos de estudo, palestras periódicas e cursos sobre diversos assuntos.

Nomenclatura e definições

Orçamento: Detalhamento dos custos da Obra. O Orçamento é feito com base em preços unitários de serviços calculados por meio de custos unitários por unidade do serviço. A composição de custos unitários dos serviços é feita com base nas quantidades e nos insumos básicos de que o compõem, a saber: materiais, equipamentos, mão de obra e serviços especiais como, por exemplo, fornecimento de tirantes.

Custos Diretos - CD: Os custos diretos são aqueles provenientes da soma de todos os valores advindos do levantamento de áreas, volumes, quantidades em geral de componentes da obra, diretamente relacionados com suas especificações de acabamento ou de metodologia e tecnologia utilizada, apresentados em composições de custos distintas para cada evento componente da obra e facilmente identificados com os serviços componentes do orçamento.

Consiste nos custos unitários relacionados aos serviços diretamente ligados ao produto final, a obra, isto é, são custos obtidos pela soma de custos de insumos básicos que ficam agregados à obra, por exemplo: escavações, concreto, armação, elevadores, quadros elétricos, cujos consumos são facilmente mensuráveis na unidade de medição e de pagamento dos serviços, geralmente por custos unitários.

Custos Indiretos - CI: Os custos indiretos são aqueles decorrentes de insumos, atividades e serviços que não estão intimamente relacionados com o produto final (a obra), mas que contribuem indiretamente para a execução dos serviços componentes da obra. Entre outros, temos:

Tributos sobre a Receita - TRI: São as taxas incidentes sobre o preço de venda à execução da obra.

Lucro Líquido - LL: É a quantia ou percentual livre de taxas, encargos ou ônus, auferida pelo Construtor.

Lucro Bruto - LB: É a quantia ou percentual, incluindo as taxas, encargos ou ônus sobre o valor que é auferido pelo Construtor.

Benefício e Despesas Indiretas - BDI: vem do termo em inglês Budget Difference Income, do qual manteve as mesmas letras iniciais, apesar do significado não indicar claramente a sua constituição.

Na verdade, o BDI é constituído do lucro, tributos e custos indiretos. O BDI é uma percentagem desses custos em relação ao custo direto. Ele surgiu pela necessidade de se incorporar aos custos diretos um percentual que represente todas as demais despesas indiretas, impostos e lucro do construtor.

O cálculo do BDI

Basicamente, o percentual de BDI (%BDI) será aplicado aos Custos Unitários Diretos dos serviços integrantes da obra, pois são com as medições de quantidades executadas desses serviços que é feita a apropriação de custos, cobrança e pagamento dos mesmos.