FECHAR
18 de setembro de 2016
Voltar
Shopping / Nova face após a crise

A pesquisa constatou a consolidação do interior como ponto de atração para novos shoppings. Segundo o levantamento, 67% das inaugurações de 2015 ocorreram fora das capitais. O Censo Abrasce 2015-2016 mostra que, no fim de 2015, 48% dos shopping centers estavam localizados em capitais brasileiras e 52% em outras cidades. Ainda, 41% do total dos centros de compras estão concentrados em cidades com menos de 500 mil habitantes, o que aponta para uma tendência cada vez maior de interiorização desses empreendimentos. Em 2016, dos 30 lançamentos anunciados até o fim do ano, 23 estão previstos para ocorrer fora das capitais.

Outro destaque fica por conta dos formatos dos empreendimentos, acompanhando a tendência de transformar os centros comerciais em núcleos de convivência. Segundo o Censo 2015-2016, 34% dos shoppings fazem parte de um complexo multiuso. Muitos deles incluem condomínio empresarial (69%), hotel (38%), torre com centro médico e/ou laboratórios (29%), condomínio residencial (23%), faculdades/universidades (18%), entre outros.

No ano passado, a indústria totalizou 546 empreendimentos avançando longe dos grandes centros. São Paulo continua sendo o estado com o maior número de shoppings em operação: 174, num total de 5.199.857 de ABL. Ele é seguido por Rio de Janeiro (66 empreendimentos), Minas Gerais (45), Rio Grande do Sul (37), e Paraná (32). Até o final de 2016, estão previstas a inauguração de 21 empreendimentos, fazendo com que o setor atinja um total de 567 shopping centers.

Shopping Morumbi Town

Esse empreendimento, da Gazit Brasil,  aponta para a tendência dos shopping mais compactos e mais voltados para a prestação de serviços o seu público alvo. Inaugurado em julho deste ano, o Morumbi Town tem como âncoras a rede de supermercados Zaffari e a Tok&Stok, além de um grande número de outros serviços, como academia, lojas de decoração e utilidades, cinemas e restaurantes. O empreendimento está localizado na Avenida Giovanni Gronchi, na zona sul de São Paulo, próximo à Marginal Pinheiros, uma das regiões mais valorizadas da cidade, e tem aproximadamente 30 mil m2 de área locável com aproximadamente 120 lojas.

De acordo com Marco Vicelli, sócio da Fonseca & Mercadante, responsável pela construção, a estrutura do Shopping foi concebida em dois partidos estruturais. Parte do shopping foi feito em estrutura metálica e a outra parte com estrutura pré-moldada de concreto. “Existe uma razão para este conceito, devido à necessidade de entregar a área do supermercado Zaffari no prazo de 12 meses, antes do término da obra.  Para permitir a montagem da loja, a construtora sugeriu ao cliente utilizar estrutura metálica nessa área, pois a execução seria mais rápida e permitiria cumprir o compromisso de liberação do shell do hipermercado na data acordada entre o empreendedor e a Hipermercado Zaffari”, conta Vicelli.