FECHAR
FECHAR
11 de setembro de 2014
Voltar
Momento M&T Expo

M&T EXPO: Apoio dos fabricantes foi decisivo

O apoio das principais empresas do setor de equipamentos para a construção e para a mineração foi decisivo para a realização da 1ª edição da M&T EXPO – Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração, de 16 a 20 de setembro de 1995, na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo. Fabricantes como a Air Service, Atlas Copco, Case Construction Equipment, Caterpillar, Doosan, Dynapac, Ford, Liebherr, Machbert, Mercedes-Benz, New Holland Construction, Putzmeister, Randon, Sandvik, Santiago & Cintra, Scania, Volvo Construction Equipment, Wacker Neuson, entre outros, participaram de todas as edições da exposição, trazendo novidades tecnológicas e desenvolvimento para o setor.

“A parceria e presença das mais importantes companhias mundiais e nacionais na área de equipamentos contribuíram, e muito, para que a M&T EXPO alcançasse seu status atual, que é ser a principal feira de negócios na América Latina para o segmento, bem como o principal palco de lançamentos e tendências para o setor de máquinas para construção e mineração”, afirma Hugo Ribas Branco, diretor de Operações e Feiras da Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, idealizadora e promotora da exposição.

Essa característica de inovação e tecnologia pode ser vista ao longo das edições da M&T EXPO. Roque Reis, diretor geral da Case Construction Equipment para a América Latina, recorda que as primeiras máquinas com cabine fechada foram vistas na feira, há pouco mais de quinze anos. E, atualmente, elas continuam evoluindo, com o intuito de trazer melhor ergonomia, mais conforto e segurança para o trabalhador. “Durante uma das edições, a Case lançou o sistema de refrigeração com ventilador reversível, indispensável para o trabalho em locais com muita partícula suspensa, por reduzir as paradas para limpeza”, acrescenta.

A New Holland Construction apresentou, durante a M&T EXPO, várias novidades para o mercado brasileiro e latino-americano, incluindo a primeira escavadeira hidráulica, a primeira motoniveladora articulada, a primeira minicarregadeira com projeto de elevação vertical Super Boom e outros sistemas e componentes que os usuários não conheciam. “Já é certo que os fabricantes aguardam o ano de realização da feira para apresentar seus melhores desenvolvimentos, avanços e novas tecnologias empregadas, tendo como garantia a visibil


O apoio das principais empresas do setor de equipamentos para a construção e para a mineração foi decisivo para a realização da 1ª edição da M&T EXPO – Feira Internacional de Equipamentos para Construção e Mineração, de 16 a 20 de setembro de 1995, na Bienal do Ibirapuera, em São Paulo. Fabricantes como a Air Service, Atlas Copco, Case Construction Equipment, Caterpillar, Doosan, Dynapac, Ford, Liebherr, Machbert, Mercedes-Benz, New Holland Construction, Putzmeister, Randon, Sandvik, Santiago & Cintra, Scania, Volvo Construction Equipment, Wacker Neuson, entre outros, participaram de todas as edições da exposição, trazendo novidades tecnológicas e desenvolvimento para o setor.

“A parceria e presença das mais importantes companhias mundiais e nacionais na área de equipamentos contribuíram, e muito, para que a M&T EXPO alcançasse seu status atual, que é ser a principal feira de negócios na América Latina para o segmento, bem como o principal palco de lançamentos e tendências para o setor de máquinas para construção e mineração”, afirma Hugo Ribas Branco, diretor de Operações e Feiras da Sobratema – Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração, idealizadora e promotora da exposição.

Essa característica de inovação e tecnologia pode ser vista ao longo das edições da M&T EXPO. Roque Reis, diretor geral da Case Construction Equipment para a América Latina, recorda que as primeiras máquinas com cabine fechada foram vistas na feira, há pouco mais de quinze anos. E, atualmente, elas continuam evoluindo, com o intuito de trazer melhor ergonomia, mais conforto e segurança para o trabalhador. “Durante uma das edições, a Case lançou o sistema de refrigeração com ventilador reversível, indispensável para o trabalho em locais com muita partícula suspensa, por reduzir as paradas para limpeza”, acrescenta.

A New Holland Construction apresentou, durante a M&T EXPO, várias novidades para o mercado brasileiro e latino-americano, incluindo a primeira escavadeira hidráulica, a primeira motoniveladora articulada, a primeira minicarregadeira com projeto de elevação vertical Super Boom e outros sistemas e componentes que os usuários não conheciam. “Já é certo que os fabricantes aguardam o ano de realização da feira para apresentar seus melhores desenvolvimentos, avanços e novas tecnologias empregadas, tendo como garantia a visibilidade de um público qualificado”, afirma Paula Araújo, gerente de Brand Marketing da empresa.

A prática dos fabricantes, de levar novidades para serem apresentadas para o evento, agregou uma interessante característica a M&T EXPO, na visão de Edison Rocha, vice-presidente da Sandvik Construction. “A feira serviu, muitas vezes, de laboratório intensivo, e ajudou na decisão e implantação de novas tendências”, detalha. A Sandvik, por exemplo, foi capaz de comprovar algumas tendências, e lançar inovações, testando o mercado de maneira concentrada e com qualidade durante os dias de exposição.

A feira também tem papel destacado para a difusão e divulgação de novas tecnologias e lançamentos internacionais no setor de geotecnologia. Segundo Wesley Polezel, gerente de Vendas da Santiago & Cintra, nesses 20 anos de M&T EXPO a empresa firmou parcerias e apresentou aos clientes novidades, como a evolução computacional embarcadas nas estações totais, receptores GNSS e laser scanner. “Ao longo de nossas participações, percebemos que muitos clientes aguardam ansiosos a realização da feira para conhecer os lançamentos e assim tomar as decisões”, diz.

Para Rodrigo Satiro, diretor de Vendas da Putzmeister, a M&T EXPO também ajudou a tornar mais eficiente a indústria da construção civil brasileira ao apresentar as tecnologias e as soluções que se tornaram práticas de mercado, além de discutir temas relevantes e aproximar a indústria e empresas aos operadores e profissionais liberais.

Suzanne Darie, diretora de Comunicação de Marketing da Volvo Construction Equipment, acrescenta que a feira tem oferecido a oportunidade, seja por meio da exposição ou do Congresso, de se estabelecer a preocupação com o foco na inovação e boas práticas. “Tal preocupação mantém nosso mercado em constante evolução”, avalia.

Já para Shannon Santucci, diretor comercial da Air Service, a M&T EXPO é plataforma para que fabricantes nacionais possam colocar seus produtos para o Brasil e o mundo. “E isso mostra a força de nossa indústria”.

Por fim, Edison Rocha, da Sandvik Construction, pondera que M&T EXPO criou a possibilidade de agregar em um só lugar a exposição de tecnologias e novas práticas, o que dá ao público visitante a oportunidade de uma reciclagem muito mais rápida. “Nós, os fabricantes, tivemos a oportunidade de mostrar o resultado de nossos esforços em entregar as melhores soluções aos clientes. Creio que nosso mercado, na prática, já está no nível de alguns dos melhores mercados. E esse resultado se deve, em grande parte, ao papel representado pela M&T EXPO”, finaliza.

Hugo Ribas                                       Roque Reis                                               Rodrigo Satiro