FECHAR
FECHAR
23 de agosto de 2018
Voltar

Saneamento

Eficiência operacional assegura importantes conquistas à Mexichem Brasil

Outra importante conquista foi a redução no consumo de água nas unidades fabris pelo segundo ano consecutivo
Fonte: Assessoria de Imprensa

- A Mexichem Brasil, subsidiária brasileira da Mexichem, líder mundial na fabricação e no fornecimento de tubulações plásticas, alcançou no ano de 2017 importantes resultados em sustentabilidade e em gestão de pessoas. Os dados integram o Comunicação de Progresso (COP), registro divulgado recentemente que detalha anualmente as principais iniciativas realizadas pela empresa. O documento faz parte do compromisso firmado pela matriz da Mexichem no Pacto Global da ONU, do qual é signatária.

Mesmo com um cenário político e econômico instável, a empresa conseguiu manter o volume de vendas planejado para o período. Isso graças aos resultados das ações implementadas nas suas sete plantas voltadas à melhoria de performance e ao lançamento de novos produtos, incluindo a entrada em novos segmentos. “Estamos concentrados em produtos que agregam valor. Vamos seguir o rumo das inovações e consolidar ainda a nossa excelência operacional, para estarmos preparados para o crescimento, que esperamos que ocorra, mesmo que timidamente, em 2018”, afirma Henio de Nicola, diretor geral da Mexichem Brasil.

Entre os novos produtos lançados com o objetivo de ampliar com qualidade e estratégia o portfólio, destacam-se o Amanco FlexTemp e o Amanco Super CPVC, esse último já sendo produzido em Joinville (SC). A empresa também investiu na marca Dura-Line, um negócio relevante para a Mexichem Brasil, com a montagem de uma linha de produção em Sumaré (SP) com o objetivo de ampliar a sua participação no setor de Telecomunicações.

Menor consumo de água

Outra importante conquista foi a redução no consumo de água nas unidades fabris pelo segundo ano consecutivo. No comparativo com o período anterior, que já havia registrado uma queda de 17%, 2017 apresentou uma redução de 7%. Isso equivale a mais de 10 mil litros de água e abrange as sete unidades fabris da Mexichem no Brasil: duas em Joinville (SC); Sumaré (SP); Suape (PE); Ribeirão das Neves (MG); Anápolis (GO) e São José dos Campos (SP).

Todas as plantas colocaram em prática ações inovadoras. Em Sumaré (SP), por exemplo, houve a substituição das sete torres de resfriamento para melhorar a performance no uso da água. Isso possibilitou a reutilização da água para diversos usos internos. Em São José dos Campos (SP), as mantas geotêxteis nãotecido da Bidim passaram a ser fabricadas com 100% de água de reuso. Além disso, circuitos fechados, instalados em todas as unidades, permitem a eliminação de perdas significativas de água, gerando cada vez mais economia.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral