FECHAR
FECHAR
18 de novembro de 2020
Voltar

Uma experiência inovadora

Alinhada às tendências globais, a BW Expo – Summit e Digital propõe-se a deflagrar um movimento para disseminar conhecimentos sobre a faceta tecnológica da sustentabilidade
Fonte: Assessoria de Imprensa

Na atualidade, a agenda da sustentabilidade ambiental está mobilizando o planeta. Pautados por pesquisas acadêmicas e estudos científicos, governos, empresas e instituições da sociedade civil têm se conscientizado de que é urgente alterar a forma de produção e consumo se a humanidade quiser preservar os biomas, a fauna, a flora e a própria vida humana no planeta.

Nesse sentido, os esforços se concentram em articular de forma equilibrada os três pilares da sustentabilidade – ambiental, econômica e social –, sem privilegiar exclusivamente a movimentação de recursos financeiros em detrimento das pessoas e do meio ambiente.

Foi esse alto grau de conscientização que motivou a Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mi...


Na atualidade, a agenda da sustentabilidade ambiental está mobilizando o planeta. Pautados por pesquisas acadêmicas e estudos científicos, governos, empresas e instituições da sociedade civil têm se conscientizado de que é urgente alterar a forma de produção e consumo se a humanidade quiser preservar os biomas, a fauna, a flora e a própria vida humana no planeta.

Nesse sentido, os esforços se concentram em articular de forma equilibrada os três pilares da sustentabilidade – ambiental, econômica e social –, sem privilegiar exclusivamente a movimentação de recursos financeiros em detrimento das pessoas e do meio ambiente.

Foi esse alto grau de conscientização que motivou a Associação Brasileira de Tecnologia para Construção e Mineração (Sobratema) a promover um evento inovador no mercado brasileiro, a BW Expo – Summit e Digital, que tem a finalidade de deflagrar um movimento no país que dissemine conhecimentos sobre a faceta tecnológica da sustentabilidade, ajudando a promover soluções que diminuam a pegada ambiental das atividades humanas, sejam conduzidas por governos, empresas ou indivíduos.

PLATAFORMA

Em formato totalmente virtual, a BW 2020 terá transmissão ao vivo de todas as ações programadas para os dias 17, 18 e 19 de novembro.

Multifacetado, o evento inclui sessões de conteúdo, atividades interativas e ações de relacionamento e negócios, assim como exposição de produtos, serviços e tecnologias. “O evento virtual traz informações relevantes sobre os principais temas que norteiam a sustentabilidade ambiental, mas também apresenta novas tecnologias e cases bem-sucedidos na área”, comenta Afonso Mamede, presidente da Sobratema.

Para viabilizar esse evento inovador, a Sobratema montou uma plataforma intuitiva e robusta, que permitirá oferecer uma estrutura tecnológica eficaz para que as empresas – notadamente as que priorizam a sustentabilidade ambiental em suas atividades ou que atuam diretamente com o fornecimento de tecnologias – apresentem seus produtos, equipamentos, soluções, serviços e estudos de caso a um público altamente qualificado. Atualmente, mais de 100 mil profissionais já são impactados pela comunicação dirigida, incluindo mídias sociais e eventos virtuais, da BW Expo – Summit e Digital.

De acordo com Mamede, a eclosão da pandemia do novo coronavírus renovou o compromisso de empresas, organizações e setores econômicos com ações e iniciativas que possam diminuir as emissões de gases de efeito estufa e reduzir o consumo de recursos naturais. “Na União Europeia, esse compromisso foi claramente ampliado”, diz ele.

Até mesmo a Agência Internacional de Energia (IEA – International Energy Agency), que antes da pandemia vinha sendo duramente criticada pela falta de iniciativas para a descarbonização do planeta, estabeleceu um plano de recuperação verde de longo prazo, prevendo US$ 1 trilhão em investimentos nos próximos três anos.

Realizados semanalmente, eventos de conteúdo reforçam compromisso com agenda sustentável

O plano inclui estímulo à eficiência energética e implantação acelerada de fontes de energia eólica e solar, por exemplo. Como resultado, 4,5 bilhões de toneladas de emissões de CO2 podem ser evitados durante o período. “Também seguimos neste caminho”, pondera Mamede. “E não apenas asseguramos a realização da BW de forma virtual, como também acentuamos nossas ações por meio de eventos semanais de conteúdo, que são estratégicos para a conscientação pública sobre a importância da preservação do meio ambiente e que têm impulsionado esse movimento.”

ATIVIDADES

Esses encontros virtuais semanais são apresentados em dois formatos: a transmissão ‘BW Live’, que traz entrevistas com especialistas e empresários que atuam diretamente na área ambiental, e o webinar ‘BW Talks’, que reúne vários convidados para debater temas específicos relacionados ao setor. Até o final de agosto, já foram realizadas dez edições do ‘BW Talks’, sendo uma delas presencial, em março, e sete edições do ‘BW Live’.

Segundo Mamede, a agenda semanal desses eventos segue até novembro, quando acontece o principal evento do calendário. Na ocasião, ganham destaque as atividades programadas para os ‘Núcleos Temáticos’, que se propõem a conectar redes específicas, compartilhar conhecimento e ampliar as conexões de empresas e profissionais, gerando sinergias e oportunidades para os participantes.

Os ‘Núcleos’ incluem temas como ‘Agronegócio Sustentável’, ‘Conservação de Recursos Hídricos’, ‘Construção Sustentável’, ‘Economia Circular’, ‘Reciclagem de Resíduos na Construção’, ‘Resíduos Sólidos’, ‘Sustentabilidade Digital’, ‘Transformação Energética – Hidrogênio’, ‘Valorização de Áreas Degradadas’ e ‘Waste-to-Energy’. Cada um desses temas conta com curadoria específica, liderada por renomados profissionais do país.

Evento sedia final da Fórmula SAE

No escopo das atividades dos ‘Núcleos Temáticos’, os participantes da BW 2020 poderão acompanhar uma novidade que promete mobilizar as atenções do público. Isso porque o evento foi confirmado como palco para a final do desafio ‘SAE Brasil & Ballard Student H2 Challenge’, uma iniciativa da SAE Brasil e da Ballard Power Systems na qual dez universidades pré-selecionadas constroem veículos movimentados por células de combustível. Conhecida como Plataforma Baja ou Fórmula SAE, a iniciativa se insere no âmbito do ‘Núcleo do Hidrogênio’, cuja curadoria está a cargo da especialista Monica Saraiva Panik, que conduziu a parceria. Assim que foram abertas as inscrições, diversas universidades de Norte a Sul do país se candidataram para participar do desafio.

A preparação incluiu a realização, em julho, de cursos gratuitos oferecidos aos estudantes de engenharia, a maioria de graduação. Organizados pelo grupo de Mentoria do Hidrogênio e pelo grupo de Mentoria de Competições Estudantis da SAE Brasil, os cursos reuniram 170 participantes em média, que puderam acompanhar os conteúdos elaborados e apresentados por profissionais tarimbados do mercado, incluindo a curadora da BW.

BW Expo – Summit e Digital sedia a grande final da Fórmula SAE

Já em agosto, as universidades concluiram as etapas relacionadas ao projeto dos veículos. E, no início de setembro, foi divulgada a lista das dez universidades selecionadas, que receberão 10 stacks de 2,1 kW refrigeradas a ar da Ballard Power Systems para o desenvolvimento e construção dos veículos.

As finalistas também terão o apoio de montadoras por meio do programa ‘Adote uma Universidade’, viabilizado a partir de uma parceria com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). As fabricantes irão cooperar com a universidade adotada na construção dos veículos, em especial na área de engenharia veicular, prestando assistência no desenvolvimento de sistemas de tração elétrico-híbrido, integração de componentes, controle eletrônico, design e outros. Imperdível, a grande final da competição acontece na BW 2020, em formato híbrido – presencial e online.

Saiba mais:
BW Expo: www.bwexpo.com.br