FECHAR
FECHAR
18 de abril de 2019
Voltar

SUSTENTABILIDADE

Região Metropolitana de São Paulo ganha mais um centro logístico, construído a partir de conceitos sustentáveis

Condomínio Industrial gerenciado pela Retha em Cajamar abriga construções sob medida
Fonte: Assessoria de Imprensa

Construído a partir de conceitos sustentáveis: o centro logístico Icon Realty Cajamar, no km 34 da Via Anhanguera, gerenciado pela Retha, empresa responsável do início ao fim por todo o processo de construção, gerenciamento, administração, venda e locação dos empreendimentos, segue o princípio da responsabilidade ambiental e da redução de custos para o cliente.

De uma forma geral, são dois galpões totalizando 76 mil m², 12 metros de pé direito, restaurante para 2.500 pessoas e todas as facilidades nas áreas comuns: sistema fotovoltaico para iluminação das áreas comuns, segurança Moked (empresa que presta serviços de consultoria, auxiliando os clientes na proteção de seu patrimônio humano, intelectual e material), com cancelas anti-intrusão/extrusão, sistema de bollards, controle de segurança em sala blindada, controle de acesso, concertina e sensores perimetrais, telefonia GPON (Gigabit Passive Optical Network) para trafegar internet, telefonia, vídeo e multimídia no mesmo cabo óptico de alta performance, oferecendo mais qualidade e menos custo; estação bacteriológica de tratamento de esgoto (ETE), menos agressiva ao meio ambiente, e sistema de tratamento e reuso de águas pluviais.

Segundo Marino Mario da Silva, diretor presidente da Retha, é na rede de eletricidade que o condomínio guarda sua maior novidade: o uso da energia vem d...


Construído a partir de conceitos sustentáveis: o centro logístico Icon Realty Cajamar, no km 34 da Via Anhanguera, gerenciado pela Retha, empresa responsável do início ao fim por todo o processo de construção, gerenciamento, administração, venda e locação dos empreendimentos, segue o princípio da responsabilidade ambiental e da redução de custos para o cliente.

De uma forma geral, são dois galpões totalizando 76 mil m², 12 metros de pé direito, restaurante para 2.500 pessoas e todas as facilidades nas áreas comuns: sistema fotovoltaico para iluminação das áreas comuns, segurança Moked (empresa que presta serviços de consultoria, auxiliando os clientes na proteção de seu patrimônio humano, intelectual e material), com cancelas anti-intrusão/extrusão, sistema de bollards, controle de segurança em sala blindada, controle de acesso, concertina e sensores perimetrais, telefonia GPON (Gigabit Passive Optical Network) para trafegar internet, telefonia, vídeo e multimídia no mesmo cabo óptico de alta performance, oferecendo mais qualidade e menos custo; estação bacteriológica de tratamento de esgoto (ETE), menos agressiva ao meio ambiente, e sistema de tratamento e reuso de águas pluviais.

Segundo Marino Mario da Silva, diretor presidente da Retha, é na rede de eletricidade que o condomínio guarda sua maior novidade: o uso da energia vem direto do linhão da Enel (ex-Eletropaulo), que interliga com a subestação transformadora de 138 KV (alta tensão) do empreendimento.

Serão construídos dois circuitos, sendo um principal e outro de backup, evitando interrupções na operação dos clientes.

“Temos capacidade acima de 18 MVA, suficiente para atender a demanda de qualquer tipo de indústria, sem restrição, e data center de grande porte”, afirma o diretor presidente da Retha.

Além de empresas de tecnologia, a estabilidade da energia elétrica e o baixo custo operacional tornam o condomínio interessante especialmente para empresas farmacêuticas e de alimentação, que precisam ter a garantia de refrigeração e congelamento.

Porém, ressalta o executivo, o empreendimento está sendo construído visando às necessidades de qualquer segmento empresarial, inclusive as construções BTS – Buit to suit – que são totalmente customizáveis, feitas sob medida.

Modalidade de locação de imóveis comerciais muito difundida na Europa e Estados Unidos, o conceito BTS é adotado por empresas que precisam de soluções técnicas, arquitetônicas e logísticas muito específicas.

No Icon Realty Cajamar, as locações customizáveis estão disponíveis a partir de 5 mil m². “O projeto é um dos mais modernos do país”, afirma.

De acordo com o executivo, o locatário encontrará ainda a facilidade de ter o sistema fotovoltaico integrado à edificação, fornecimento combinado com ACL (Ambiente de Contratação Livre) de eletricidade, para atender a expansão das demandas, sem impacto nos custos, e estação com cobertura para geração da elétrica consumida, indicada para abastecimento de carros elétricos.

“É um condomínio projetado para o futuro”, afirma o presidente da Retha.

Outro grande diferencial do Icon Realty Cajamar é a localização com saída para as rodovias Anhanguera e Bandeirantes, e delas para o Rodoanel, ligando a capital ao interior.

O diretor da Retha comenta que, ao procurar uma instalação para as suas operações, estar bem posicionada geograficamente é fundamental para a empresa e pode representar oportunidades de negócios e mais economia.

“Apresentar ao mercado empreendimentos que podem ter um excelente custo-benefício a médio e longo prazos é uma forma de não perder negócios em tempos desafiadores e de se destacar em épocas de mercado aquecido”, finaliza.