FECHAR
13 de junho de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Porto de Suape busca modernização em parceria com startups

E busca de novidades, foi realizado o Suape Match Day, sendo a primeira iniciativa articulada pelo novo setor criado pela atual gestão do atracadouro
Fonte: Folha de Pernambuco

Após mudança na administração no início do ano, o Porto de Suape quer dar um próximo passo rumo à modernização e automatização de serviços.

Para isso, a empresa realizou um match day com mais de 20 startups do Porto Digital, buscando soluções para setores do terminal portuário.

Estiveram presentes também algumas das 100 empresas que hoje estão alocadas em Suape, como a Tecon Suape, Pamesa, Localfrio, Frompet, Concessionária Rota do Atlântico.

O Suape Match Day, realizado no final de maio, foi a primeira iniciativa articulada pelo novo setor criado pela atual gestão do atracadouro.

O Departamento de Inovação analisou contextos, identificando desafios e oportunidades, para propor inovações em todas as áreas de Suape.

“Sabíamos o quanto era importante as startups daqui de Pernambuco terem acesso a estas grandes empresas. Por isso, realizamos este evento, que era a maneira mais prática de estabelecer esta conversa”, diz o presidente do Porto de Suape, Leonardo

Cerquinho, que está no comando do atracadouro desde janeiro deste ano.

Segundo Cerquinho, as áreas que demandam uma maior intervenção da tecnologia para otimização dos serviços são a atracagem de navios e o mapeamento da área de 13.500 hectares do porto, com destaque para os contêineres.

“A gente tem desafios importantes que poderiam ser automatizados, por exemplo. Poderíamos controlar a velocidade de aproximação, evitando a danificação das defensas e aumentando o tempo de vida útil das estruturas de concreto”, diz. “Havendo a solução e o acerto, será realizada a contratação por meio de licitação ou contratação direta também”, completa.

Realizador da ponte entre o Porto de Suape e o Porto Digital, o gerente do Departamento de Inovação de Suape, Ed Dantas explica que faltava um modelo de que precisava desta estruturação mais tecnológica, utilizando os conceitos de Indústria 4.0 e inteligência de dados.