15 de agosto de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Pesquisas apontam retomada do mercado imobiliário

Venda e lançamento de unidades residenciais cresceram no primeiro trimestre de 2019, com alta de 9% e de 4%, respectivamente
Fonte: CBIC

Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) apontam que o mercado imobiliário brasileiro retomou seu ritmo de crescimento.

Segundo a entidade, a venda e olançamento de unidades residenciais cresceram no primeiro trimestre de 2019, com alta de 9% e de 4%, respectivamente.

O financiamento de imóveis com recursos da poupança também cresceu. Nos primeiros cinco meses de 2019, o volume chegou a quase 40% e ultrapassou R$ 27 bilhões. O montante viabilizou a compra de 104 mil imóveis no país, resultado 31% superior ao apurado no mesmo período do ano passado.

Como exemplo para o fim do cenário de estagnação do mercado, a CBIC cita o Estado do Paraná, onde o número de apartamentos novos lançados em sua capital, Curitiba, subiu 18% no primeiro semestre deste ano, frente ao mesmo período de 2018.

De acordo com a última pesquisa divulgada pela Associação dos Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário do Paraná (Ademi-PR), foram 855 novos imóveis residenciais ofertados no mercado no acumulado de 2019 até junho.

Para o presidente da Ademi-PR, Leonardo Pissetti, o aumento da produção no mercado é resultado não só do otimismo dos empresários em relação à economia, mas também da redução da taxa de juros no país.

O crescimento do mercado foi ainda maior se consideradas as operações realizadas dentro do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE).

De janeiro até junho deste ano, os financiamentos totalizaram R$ 33,7 bilhões, 33% a mais que o volume do mesmo período de 2018, segundo pesquisa da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip).