FECHAR
28 de novembro de 2019
Voltar

RESULTADOS

Pesquisa do Banco Central aponta para alta do PIB

Para 2020, o mercado financeiro também revisou sua expectativa. Alterou a previsão de alta de 2,17% para 2,20%
Fonte: Assessoria de Imprensa

Os economistas do mercado financeiro elevaram a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano.

O Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem pelo Banco Central, mostra, que agora os analistas esperam uma alta de 0,99%. Há uma semana, a previsão era de expansão de 0,92%. Para 2020, o mercado financeiro também revisou sua expectativa. Alterou a previsão de alta de 2,17% para 2,20%.

Neste mês, o BC informou que seu Índice de Atividade (IBC-Br) – uma espécie de prévia do PIB – teve expansão de 0,44% em setembro ante agosto, na série com ajustes sazonais. No ano até setembro, o indicador acumulou alta de 0,80%, na série sem ajustes.

Em setembro, o BC já havia atualizado a sua projeção para o crescimento da economia em 2019, de aumento de 0,8% para elevação de 0,9%.

Inflação
O Relatório Focus também revisou a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o índice oficial de preços.

Os economistas do mercado alteraram a mediana para o IPCA deste ano, que foi de alta de 3,33% para 3,46%. A projeção para o índice em 2020 permaneceu em 3,60%.

A projeção dos economistas está abaixo do centro da meta de 2019, de 4,25%...


Os economistas do mercado financeiro elevaram a expectativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano.

O Relatório de Mercado Focus, divulgado ontem pelo Banco Central, mostra, que agora os analistas esperam uma alta de 0,99%. Há uma semana, a previsão era de expansão de 0,92%. Para 2020, o mercado financeiro também revisou sua expectativa. Alterou a previsão de alta de 2,17% para 2,20%.

Neste mês, o BC informou que seu Índice de Atividade (IBC-Br) – uma espécie de prévia do PIB – teve expansão de 0,44% em setembro ante agosto, na série com ajustes sazonais. No ano até setembro, o indicador acumulou alta de 0,80%, na série sem ajustes.

Em setembro, o BC já havia atualizado a sua projeção para o crescimento da economia em 2019, de aumento de 0,8% para elevação de 0,9%.

Inflação
O Relatório Focus também revisou a previsão para o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o índice oficial de preços.

Os economistas do mercado alteraram a mediana para o IPCA deste ano, que foi de alta de 3,33% para 3,46%. A projeção para o índice em 2020 permaneceu em 3,60%.

A projeção dos economistas está abaixo do centro da meta de 2019, de 4,25%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (índice de 2,75% a 5,75%).

Para 2020, a meta é de 4%, com margem de 1,5 ponto (de 2,50% a 5,50%). No caso de 2021, a meta é de 3,75%, com margem de 1,5 ponto (de 2,25% a 5,25%).

No início deste mês, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o IPCA subiu 0,10% em outubro. No ano, a taxa acumulada é de 2,60% e, em 12 meses até outubro, de 2,54%.

Em outubro, o Comitê de Política Monetária (Copom) do BC atualizou suas projeções mais recentes para a inflação. Considerando o cenário de mercado, a projeção para o IPCA em 2019 está em 3,4%. No caso de 2020, está em 3,6% e, para 2021, em 3,5%.