FECHAR
FECHAR
18 de julho de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

O que é um hub de inovação?

Reflexo de uma cultura conectada, essa nova forma de fazer negócios e desenvolver tecnologias vem conquistando adeptos em todo o mundo
Fonte: Assessoria de Imprensa

A conexão faz parte de uma mudança no paradigma da realidade empresarial hoje, que passa a optar, cada vez mais, por formas abertas de inovar.

Afinal, trocar experiências e informações é algo valorizado no novo midset de negócios, e, iniciativas que representam bem isso são os hubs, que se multiplicam pelo Brasil e pelo mundo.

“Um hub de inovação é uma comunidade que fornece soluções levando em conta tendências tecnológicas, conhecimento e gerenciamento de estratégia de inovação para insights específicos da indústria. Dentro de um hub existe produção de conhecimento ativo, entre empresários, startups e, por vezes, o governo e pesquisadores”, explica Bruno França Pádua, diretor executivo da Neo Ventures, empresa que desenvolve e executa projetos inovadores.

Criar tecnologias inovadoras é mais rápido e assertivo quando envolve um maior número de pessoas e áreas. Principalmente de profissionais e empresas que têm competências complementares. Isso diminui o tempo e o custo que seriam aplicados para produzir novos processos e produtos de forma interna e fechada.

A criação de um hub depende de planejamento estratégico e geralmente conta com o aporte de alguma organização para consorciar, ou gerenciar, a iniciativa.

“Alguns exemplos são empresas especializadas na execução de projetos inovadores e aceleração, órgãos governamentais, universidades etc. Esse agente organizador é importante para escolher projetos heterogêneos, mas complementares. É preciso existir algo que as conecte, e dê unidade, de forma que elas gerem soluções entre si” aponta Pádua.

O personagem principal de um hub é a conexão. Mesmo o espaço físico é pensado para favorecer que a interação e o engajamento surjam espontaneamente entre as pessoas.

“Um dos aspectos mais interessantes de um hub é reunir pessoas com a mesma mentalidade, mas, com diferentes experiências e conhecimentos, em um mesmo lugar ou projeto. Criar uma estrutura que permita a interação entre profissionais que normalmente não se relacionariam, resultando numa combinação única de diferentes expertises” explica o diretor da Neo Ventures