FECHAR
FECHAR
19 de novembro de 2020
Voltar

Locação de empilhadeiras chega a 10 mil unidades por ano e demanda soluções customizadas

Projetos terceirizados já incluem até máquinas com ar-condicionado, como as alugadas pela Marbor para a fábrica da Elgin em Manaus
Fonte: Assessoria de Imprensa

O mercado de locação de empilhadeiras continua crescendo no Brasil, apesar da crise provocada pela pandemia da Covid-19.

No ano passado, das 21.200 máquinas fabricadas no país, 50% foram alugadas, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Na avaliação da Marbor Frotas Corporativas, essa é uma modalidade consolidada e que deve fechar este ano com uma expansão de até 10%.

Por esta razão, a Marbor vem reforçando sua atuação neste segmento, com a criação de uma gerência focada em locação de empilhadeiras.

“Analisamos esse mercado e percebemos que há espaço para uma locadora focada nas necessidades operacionais de cada empresa. E como esse é o nosso foco, criamos uma equipe especializada”, anuncia Renato Vaz, diretor da Marbor.

Um exemplo de empresa que demandou soluções customizadas à Marbor é a Elgin, que atua em diversos segmentos, como ar-condicionado, automação comercial, energia solar, iluminação, refrigeração e telefonia.

Em Manaus, onde o clima é mais quente, a fábrica da companhia conta agora com empilhadeiras com cabines climatizadas, para maior conforto dos operadores.

Maurício Bahl, dir...


O mercado de locação de empilhadeiras continua crescendo no Brasil, apesar da crise provocada pela pandemia da Covid-19.

No ano passado, das 21.200 máquinas fabricadas no país, 50% foram alugadas, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq).

Na avaliação da Marbor Frotas Corporativas, essa é uma modalidade consolidada e que deve fechar este ano com uma expansão de até 10%.

Por esta razão, a Marbor vem reforçando sua atuação neste segmento, com a criação de uma gerência focada em locação de empilhadeiras.

“Analisamos esse mercado e percebemos que há espaço para uma locadora focada nas necessidades operacionais de cada empresa. E como esse é o nosso foco, criamos uma equipe especializada”, anuncia Renato Vaz, diretor da Marbor.

Um exemplo de empresa que demandou soluções customizadas à Marbor é a Elgin, que atua em diversos segmentos, como ar-condicionado, automação comercial, energia solar, iluminação, refrigeração e telefonia.

Em Manaus, onde o clima é mais quente, a fábrica da companhia conta agora com empilhadeiras com cabines climatizadas, para maior conforto dos operadores.

Maurício Bahl, diretor de Logística da Elgin ressalta as vantagens financeiras da locação de equipamentos “A economia pode chegar a 30% ou 35% (em relação à frota própria), já que ter uma pessoa parada porque uma máquina quebrou, por exemplo, tem um custo altíssimo. Com a terceirização, quando um equipamento quebra, é a locadora que resolve, que substitui a máquina”, diz.

Especialistas no setor
A nova gerência de locação de empilhadeiras da Marbor ficará a cargo de Andersen Torres, que já atua há 16 anos neste segmento.

Ele salienta que a terceirização pode ser vantajosa para os mais variados portes e finalidades de operações. “Seja do tamanho que for, a empresa vai ter uma empilhadeira, seja para carga, descarga, transporte, armazenamento, percorrer distância ou picking”, diz.

Além dos ganhos econômicos da locação, Torres também cita benefícios operacionais. “A empresa que tem sua frota terceirizada evita preocupações como manutenção preventiva ou corretiva, inserção ou troca de acessórios de segurança, pneus etc. E ganha muito mais tempo para o que realmente interessa, que é cuidar do seu cliente e de seu negócio, deixando para a Marbor todos os trabalhos ou eventuais problemas com a frota”, completa.