FECHAR
FECHAR
28 de maio de 2020
Voltar

RESULTADOS

Levantamento mostra quais construtoras estão mais preparadas para passar pela pandemia

O setor imobiliário foi um dos que sofreu impacto diretamente, forçando as construtoras a acelerarem a adoção de novas formas de se relacionar com seus clientes
Fonte: Assessoria de Imprensa

A pandemia causada pela Covid-19 e o isolamento social atingiu em cheio diversos mercados. O setor imobiliário foi um dos que sofreu impacto diretamente, forçando as construtoras a acelerarem a adoção de novas formas de se relacionar com seus clientes, investindo em plataformas digitais para vendas de imóveis pela internet.

A prática, pouco comum até então, tem ajudado a amenizar as perdas com os fechamentos dos estandes em pontos físicos.

Para entender um pouco mais sobre o setor e quais construtoras estariam mais preparadas para passar pela crise, a Klooks, startup de big data especializada em inteligência financeira, fez uma pesquisa inédita que mapeou as principais empresas do segmento atuando no mercado brasileiro e realizou um balanço usando demonstrativos financeiros e Big Data.

De acordo com Alexandre Abu-Jamra, CEO da Klooks, empresas com mais solidez em caixa possuem maior possibilidade de passar pela crise com menos impacto.

“Empresas que operam com níveis de capitalização altos, com dinheiro em caixa significativo e ativo circulante alto, possuem boa capacidade de endividamento, podendo passar melhor por esse momento de instabilidade", explica.

Segundo o levantamento, as empresas com maior solidez financeira são; MRV Engenharia, com R$ 674 milhões em caixa, Direcional Engenharia, com R...


A pandemia causada pela Covid-19 e o isolamento social atingiu em cheio diversos mercados. O setor imobiliário foi um dos que sofreu impacto diretamente, forçando as construtoras a acelerarem a adoção de novas formas de se relacionar com seus clientes, investindo em plataformas digitais para vendas de imóveis pela internet.

A prática, pouco comum até então, tem ajudado a amenizar as perdas com os fechamentos dos estandes em pontos físicos.

Para entender um pouco mais sobre o setor e quais construtoras estariam mais preparadas para passar pela crise, a Klooks, startup de big data especializada em inteligência financeira, fez uma pesquisa inédita que mapeou as principais empresas do segmento atuando no mercado brasileiro e realizou um balanço usando demonstrativos financeiros e Big Data.

De acordo com Alexandre Abu-Jamra, CEO da Klooks, empresas com mais solidez em caixa possuem maior possibilidade de passar pela crise com menos impacto.

“Empresas que operam com níveis de capitalização altos, com dinheiro em caixa significativo e ativo circulante alto, possuem boa capacidade de endividamento, podendo passar melhor por esse momento de instabilidade", explica.

Segundo o levantamento, as empresas com maior solidez financeira são; MRV Engenharia, com R$ 674 milhões em caixa, Direcional Engenharia, com R$ 533 e a Cyrela, com R$ 400 milhões. Segue abaixo lista com as 10 construtoras com mais caixa:

Outro dado que foi analisado foi a relação entre estoques e receitas.

De acordo o especialista, este é um indicador importante que mostra uma previsão de quantos anos a empresa vai demorar para vender todos os imóveis que já tem construídos no ritmo atual de venda. Empresas que apresentam este indicador alto estão bastante "imobilizadas".

A Klooks reúne a maior base de demonstrativos financeiros do país, com mais de 30 mil CNPJs sendo constantemente monitorados.

A startup fornece para as principais plataformas de inteligência do mundo, além de desenvolver projetos de inteligência de mercado e análise de crédito para empresas em geral.