FECHAR
23 de agosto de 2018
Voltar

Indústria

Justiça homolga plano de recuperação judicial de estaleiro Ecovix

Estaleiro instalado no Rio Grande do Sul tinha dívidas de cerca de R$ 8 bilhões e contratos para entrega de 6 a 7 plataformas para a Petrobras.
Fonte: Reuters

A justiça homologou o plano de recuperação judicial do estaleiro Ecovix, do grupo Engevix, que tinha listado dívidas de cerca de R$ 8 bilhões.

A companhia entrou com o pedido de recuperação em dezembro de 2016 depois de ser atingida pelos efeitos das investigações da operação Lava Jato sobre a Petrobras e a Engevix. O estaleiro instalado no Rio Grande do Sul tinha contratos para entrega de 6 a 7 plataformas para a Petrobras, das quais conseguiu entregar quatro, antes da estatal cancelar o restante da encomenda.

"A justiça manteve integralmente o plano de recuperação proposto e fez algumas recomendações... Tem uma série de sucatas, sobras de plataformas que não foram construídas ou entregues. A empresa precisa vender isso antes de voltar a operar", afirmou o advogado encarregado pelo plano de recuperação da empresa, Alexandre Faro, do escritório Freire, Assis, Sakamoto e Violante.

Segundo Faro, o plano de recuperação envolve um período transitório de dois anos em que a Ecovix vai se focar em atividade portuária e indústria metal mecânica antes de ser vendida para interessados para pagamento dos credores.

Ele afirmou que ainda não há interessados listados na sucata acumulada, que inclui até partes da plataforma P71, que podem ser aproveitadas em uma nova plataforma. "Todo mundo aguardava a homologação do plano. Isso (contatos de interessados) deve acontecer agora", disse Faro, sem poder estimar de imediato o volume estocado ou o valor da sucata armazenada.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral