FECHAR
FECHAR
17 de outubro de 2018
Voltar

Tecnologia

Formação técnica e normatização são os principais desafios para o setor da impermeabilização no Brasil

Firmino Soares Siqueira Filho, do IBI Brasil, destaca a importância da formação e divulgação do projeto técnico para o mercado
Fonte: Assessoria de Imprensa

Diretor da empresa Firmino Siqueira Consultores Associados (FSCA) atua na área de prestação de serviços de consultoria técnica, perícias e projetos de impermeabilização, Firmino Soares de Siqueira Filho é Engenheiro Civil, formado pela UFMG (1975), com Mestrado em Racionalização e Durabilidade das Construções (FEA FUMEC/ BH – MG), membro da NRCA National Roofing Contractors Association (USA), da International Waterproofing Association (Inglaterra), do CIB – Comission Internationale du Batiment (Holanda), foi presidente do Instituto Brasileiro de Impermeabilização (IBI), sendo atualmente vice-presidente técnico, e foi professor da disciplina "Impermeabilização" na Faculdade de Engenharia e Arquitetura da FUMEC – BH/MG. Ele fala sobre a importância das atividades na área técnica do IBI Brasil para o desenvolvimento do mercado brasileiro de impermeabilização.

- Quais são os principais desafios seus na área técnica do IBI?

A diretoria eleita para o biênio 2018/2020 tem muitos desafios pela frente. Manter-se atualizado em uma área crítica da engenharia como esta, com tantas variáveis e que não admite erros, por si só já é um grande desafio. Mas o maior é conscientizar o mercado da importância da impermeabilização, das consequências das falhas, e ao mesmo tempo, fornecer material informativo, como normas, boletins, apostilas, cursos etc. Neste momento, a criação da Câmara de Consultores é o passo mais importante, pois visa a estabelecer uma coesão entre o setor mais fundamental na garantia de um bom desempenho.

- Por que é importante o foco na redação e implementação de normas técnica neste setor?

O foco nas normas técnicas, como a NBR 9575 e 9574 e 9952 é o que trará maior respeito ao setor, pois de um lado orienta as obras e os limites do que deve ser feito, por outro, ao surgirem litígios, trará referências para os peritos e juízes ao emitirem seus laudos e suas sentenças.

- O IBI deverá ampliar sua atuação na realização de seminários e workshops? Quais são os planos nesta área?

A intenção é incrementar a oferta de cursos, seminários e workshops. Nosso diretor executivo esta atuante nesta área. A demanda será levantada pelo diretor de desenvolvimento e marketing, oferecendo a dimensão e o que precisa ser feito para atender. Encontros regionais fora de São Paulo e seminários em instituições são metas ambiciosas e buscamos material humano entre nossos associados e apoiadores para que seja possível atender à demanda.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral