FECHAR
FECHAR
14 de novembro de 2018
Voltar

Mercado

Estudo projeta crescimento de 40% para a Linha Amarela

Vendas de caminhões rodoviários também devem aumentar em 40% no ano
Fonte: Assessoria de Imprensa

O início de recuperação no mercado de equipamentos para construção já começou. De acordo com o Estudo Sobratema do Mercado Brasileiro de Equipamentos para Construção, as vendas de equipamentos da linha amarela – movimentação de terra – devem crescer 40% em 2018 ante 2017, totalizando 11,6 mil unidades comercializadas neste ano contra 8,3 mil unidades no ano anterior. O estudo foi apresentado no evento estratégico Tendências no Mercado da Construção, realizado ontem (8/11), em São Paulo.

Nesse segmento, as vendas de retroescavadeiras devem ter uma expansão de 51% em 2018, chegando a 3,15 mil unidades comercializadas. A estimativa é que as pás carregadeiras tenham uma alta de 42% nas vendas bem como as escavadeiras hidráulicas alcancem um percentual de crescimento de 30%.

O Estudo Sobratema também estima as vendas de caminhões rodoviários utilizados na construção, cuja previsão é de alta de 40% neste ano. Já na categoria “demais equipamentos”, que contempla guindastes, compressores portáteis, manipuladores telescópicos, plataformas aéreas, tratores de pneus pesados, e gruas torre, a expectativa é que o aumento chegue a 25% neste ano. As plataformas aéreas devem obter a maior elevação com 43%.

Somada todas as categorias – linha amarela, demais equipamentos e caminhões rodoviários –, as vendas totais de máquinas para construção devem crescer 38% em 2018 em comparação a 2017. No total, serão 17,8 mil unidades comercializadas neste ano contra 12,9 mil unidades no ano anterior.

Esse aumento nas vendas de equipamentos foi ocasionado pela melhoria geral do mercado, pela promoção de um número maior de licitações públicas e concessões e pela estabilidade de outros segmentos nos quais são vendidas máquinas utilizadas pelo setor de construção.

O Estudo de Mercado ainda fornece informações relacionados aos equipamentos da área de concreto – autobombas, bombas estacionárias, centrais de concreto e caminhão betoneira –, cuja estimativa é igualar as vendas em relação ao ano anterior.

Ano de 2019

Nesta edição, a Sobratema realizou uma alteração na metodologia para projeção da comercialização de equipamentos para construção no próximo ano, culminando na divulgação de uma tendência do que pode ocorrer no segmento, conforme as expectativas do mercado, a retomada dos investimentos em obras de infraestrutura e as medidas a serem tomadas pelo próximo governo.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral