FECHAR
FECHAR
01 de novembro de 2018
Voltar

Planejamento Urbano

Estação São Paulo-Morumbi do Metrô começa a operar parcialmente

Localizada a 1,5 km do Estádio do Morumbi, a nova estação amplia em 2,4 km a linha 4-Amarela e deve receber 27 mil passageiros por dia
Fonte: Do Portal do Governo

O governador Márcio França realizou visita técnica na Estação São Paulo-Morumbi da Linha 4-Amarela do Metrô, que começou a operar de maneira experimental. A nova estação amplia em 2,4 km a linha 4-Amarela e fica localizada a 1,5 km do Estádio do Morumbi.

Com a entrega da estação, até o fim de outubro, a capital paulista passará a contar com uma rede de 96 quilômetros de metrô e 84 estações. Construída pela Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), a nova estação deve receber 27 mil passageiros por dia.

“Essa é a sexta estação que a gente entrega nesse período de governo. A partir do ano que vem, queremos que um pedaço da Contribuição de Intervenção de Domínio Econômico (Cide) possa subsidiar o pagamento dessas estações, para podermos fazer mais estações com financiamento indireto através da Cide. Estou contente, é uma reivindicação antiga da região, em especial para os são-paulinos, que vão poder assistir aos jogos de maneira mais fácil”, disse França.

A partir da abertura da estação São Paulo-Morumbi e a entrega de um trecho de mais 2,4 quilômetros de trilhos a partir da estação Butantã, a Linha 4-Amarela, que é operada pela concessionária ViaQuatro, passará a ter 11,3 km de extensão e 10 estações entre Luz e São Paulo-Morumbi.

A entrada principal da São Paulo-Morumbi fica na Avenida Professor Francisco Morato, esquina com a Avenida Deputado Jacob Zveibil, atendendo a demanda de quem vem das zonas sul e oeste da cidade. Para isso, a estação terá um terminal de ônibus anexo, que deverá entrar em funcionamento na primeira quinzena de dezembro.

Já o acesso secundário ficará também na Avenida Francisco Morato, esquina com a Avenida Jorge João Saad, facilitando o acesso ao estádio do Morumbi, a cerca de 1,5 km de distância.

A estação é totalmente acessível aos usuários com deficiência e mobilidade reduzida e dispõe de banheiros públicos. Ela foi dividida em cinco pavimentos totalmente interligados através de 13 escadas rolantes, 11 escadas fixas e quatro elevadores. Também foram instaladas as portas de plataforma e outros equipamentos que facilitam a acessibilidade, como piso podotátil direcional, corrimãos e fita antiderrapante nos degraus das escadas fixas.

O acabamento da estação é parecido aos das demais da Linha 4-Amarela. Um revestimento metálico com desenhos de ondas dá um ar de modernidade nas extremidades das plataformas. Já o mezanino e as escadas têm piso em porcelanato e contam com guarda-corpo em vidro laminado, permitindo um visual mais leve.

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral