FECHAR
15 de agosto de 2019
Voltar

RESULTADOS / Emprego na construção brasileira cresceu 2,89% no primeiro semestre

Todos os demais segmentos da construção registraram crescimento, sendo os mais significativos: Infraestrutura (+1,79%), Preparação de terreno (+1,15%), Serviços de Engenharia e Arquitetura (+0,68%) e Incorporação de imóveis (+0,08%).

No primeiro semestre do ano todos os segmentos apresentaram crescimento sendo os mais relevantes: Infraestrutura (+4,22%), Preparação de Terreno (+4,14%), Obras de Instalação (+3,78%), Engenharia e Arquitetura (+3,15%) e Obras de Acabamento (+2,83%).

Regiões do Brasil

Em relação às cinco regiões do país, em junho todas apresentaram variação positiva na comparação com o período anterior: Norte (+1,81%), Nordeste (+1%), Centro-Oeste (+0,61%), Sudeste (0,58%), Sul (+0,03%).

No acumulado do primeiro semestre, a região Norte foi a única que apresentou variação negativa de -3,46% (caindo para 124.661 empregados).

No mesmo período, as demais regiões registraram: Nordeste, 1,89% (elevando-se para 443.292 empregados), Sudeste 3,54% (elevando-se para 1.192.594 empregados), Sul 3,60% (elevando-se para 388.089 empregados) e Centro-oeste 4,19% (elevando-se para 189.568 empregados).

Estado de São Paulo

O emprego na construção paulista em junho registrou variação de +0,48%, comparado a maio, resultando em 3.076 novos postos de trabalho. Ao final daquele mês, a construção paulista empregava 641.137 trabalhadores.

Desconsiderando efeitos sazonais, houve um crescimento de 0,47% (+3.010 empregados) no período.

Na comparação com o primeiro semestre de 2019 com o mesmo período do ano anterior, a variação é de +0,50% (+3.177 empregados). No acumulado do ano, a variação foi positiva em 2,67%, o que totalizou 16.691 trabalhadores.

Em junho, na comparação com o mesmo mês anterior, todos os segmentos apresentaram variações positivas sendo os destaques para Engenharia e Arquitetura (+1,97%), Obras de instalação (+0,63%) e Imobiliário (+0,27%).

Município de São Paulo

Na capital paulista, que respondeu por 42,65% do total de empregos no setor no estado, houve um crescimento de 0,89% (2.415 vagas) no mês de junho e de +1,89% (5.076 vagas) no semestre na comparação com o mesmo período do ano anterior. A região empregava em junho 273.462 trabalhadores.