FECHAR
FECHAR
17 de dezembro de 2020
Voltar

Eixo SP apresenta a 10ª edição Anual de Rodovias

Concessionária apresenta os principais projetos em curso e que estão previstos para o próximo ano
Fonte: Assessoria de Imprensa

A Eixo SP Concessionária de Rodovias iniciou a operação do Lote PiPa (Piracicaba Panorama) no dia 04 de junho, que prevê a administração de 1.273 quilômetros de rodovias por 30 anos, período em que serão investidos R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário.

A malha é formada por 12 rodovias que passam por municípios desde Rio Claro, na região central, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Estado do Mato Grosso do Sul e trecho de 218 quilômetros das rodovias SP 310 - Washington Luís e da SP 225 – Engenheiro Paulo Nilo Romano, entre as cidades de São Carlos e Rio Claro, e de Itirapina a Bauru, que estavam sob gestão de outro grupo de concessionárias.

Além disso o contrato inclui trecho administrado até então pelo DER – Departamento de Estradas de Rodagem, com mais de 900 quilômetros de pistas: SP 284 – rodovias Homero Severo Lins e Prefeito José Gigliardi; SP 293 - Lourenço Lozano; SP 294 – Comandante João Ribeiro de Barros; SP 331 - Deputado Victor Maeda; SP 425 - Assis Chateaubriand; SP 261 - Osni Mateus; SP 304 - Geraldo de Barros; SP 308 - Rodovia Hermínio Petrim; SP 197 – Dr. Américo Piva e SP 191 – Wils...


A Eixo SP Concessionária de Rodovias iniciou a operação do Lote PiPa (Piracicaba Panorama) no dia 04 de junho, que prevê a administração de 1.273 quilômetros de rodovias por 30 anos, período em que serão investidos R$ 14 bilhões em obras de ampliação, conservação, além da modernização de serviços ao usuário.

A malha é formada por 12 rodovias que passam por municípios desde Rio Claro, na região central, até Panorama, no extremo oeste, na divisa com o Estado do Mato Grosso do Sul e trecho de 218 quilômetros das rodovias SP 310 - Washington Luís e da SP 225 – Engenheiro Paulo Nilo Romano, entre as cidades de São Carlos e Rio Claro, e de Itirapina a Bauru, que estavam sob gestão de outro grupo de concessionárias.

Além disso o contrato inclui trecho administrado até então pelo DER – Departamento de Estradas de Rodagem, com mais de 900 quilômetros de pistas: SP 284 – rodovias Homero Severo Lins e Prefeito José Gigliardi; SP 293 - Lourenço Lozano; SP 294 – Comandante João Ribeiro de Barros; SP 331 - Deputado Victor Maeda; SP 425 - Assis Chateaubriand; SP 261 - Osni Mateus; SP 304 - Geraldo de Barros; SP 308 - Rodovia Hermínio Petrim; SP 197 – Dr. Américo Piva e SP 191 – Wilson Finardi, ligando municípios das regiões de Bauru, Marília e Presidente Prudente.

As rodovias estão recebendo investimentos que incluem a instalação de faixas adicionais e vias marginais, acostamentos, ciclovias, passarelas e dispositivos de acesso e retorno. A manutenção de toda a malha com serviços de restauração do pavimento, de conservação da faixa de domínio e de sinalização também integram o projeto.

As frentes de trabalho de obras da Eixo SP completam o primeiro semestre do Plano Inicial de Investimentos, projeto de readequação da malha rodoviária concedida em caráter emergencial, com 501,6 quilômetros de pavimento recuperados. Proporcionalmente, o trajeto corresponde a uma viagem de Marília a Santos.

Para entregar ao motorista uma malha mais segura e adequada para circulação, as regionais de Itirapina, São Pedro, Marília e Martinópolis utilizaram 98 mil metros cúbicos de massa asfáltica, volume que preencheria 39 piscinas olímpicas, ou 8.334 carretas basculantes de 30 toneladas, que formariam um comboio de 230 quilômetros.

Faz parte do Programa de Intervenção Inicial obras de recuperação de passivos ambientais (erosões) mapeados nas rodovias, que sanados preservam a segurança e conforto do usuário. Até a data foram concluídas 62 intervenções nesta modalidade, sendo 15 de alta severidade. O PII segue em segunda fase em 2021.

Infraestrutura de comunicação
Além da restauração de pavimento nas rodovias que administra, a Eixo SP amplia a sua rede de telecomunicação. Em 180 dias já foram instalados 305 quilômetros infraestrutura de fibra, que possibilitarão trafegar dados, imagens e vídeo em alta velocidade e estabelecer a conexão entre todas as ferramentas tecnológicas que a Eixo SP, conforme o contrato de concessão.

O corredor será monitorado 24h por dia por 1.025 câmeras que permitirão a identificação de intercorrências na rodovia para o acionamento do recurso operacional.

Ainda no pacote tecnológico da Eixo SP que demanda uma rede de fibra ótica estão previstos mais de 2 mil pontos de conexão wi fi para o contato entre o usuário e o CCO – Centro de Controle Operacional e PMVs – Painéis de Mensagens Variáveis. Além de indispensável para o funcionamento da estrutura de telecom dos SAUs – Serviço de Atendimento ao Usuário e praças de pedágio, a rede subsidiará também outros serviços que serão implementados no futuro como a pesagem em movimento de caminhões e dispositivos de sensoriamento de tráfego.

Tecnologia para identificar falhas em sinalização de solo

Método para analisar o padrão de qualidade da sinalização de solo utilizado pela Eixo SP Concessionária de Rodovias.

Veículos com a tecnologia embarcada avaliaram as condições de faixas refletivas em rodovias e acessos administrados pela Concessionária nas regiões de Bauru, Marília e Presidente Prudente.

Instalado na lateral de veículos convencionais, o retrorrefletômetro móvel usa um leitor ótico de Led que permite analisar à luz do dia cada metro de pintura de solo com o veículo em movimento, a uma velocidade de até 110 km/h. Controlado pelo próprio motorista por comando de voz, reconhece automaticamente linhas simples, duplas, contínuas ou seccionadas. Sem interferências no tráfego e a necessidade da intervenção de um operador no solo para balizar o equipamento, o sistema envia as informações automaticamente para um software com GPS.

A Eixo SP usa a tecnologia como aliada no plano inicial de investimentos. Essa ferramenta permitiu ao setor de Planejamento e Conservação elaborar um cronograma assertivo de intervenções na malha que administra, o que conferiu celeridade nos trabalhos para entregar segmentos de pistas mais modernos e seguros.

Em 2021

Conforme o cronograma de obras de instalação das praças de pedágio, alinhado com os prazos de cumprimento do edital de concessão regido pela Artesp – Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo, serão implantadas 4 praças de pedágio, cuja obras já foram iniciadas, no setor leste do trecho e 11 no setor oeste, sendo a sustentação do programa de concessão; a construção de 32 bases SAUs - Serviço de Atendimento ao Usuário; reformas de Posto Geral de Fiscalização – Balanças Rodoviárias e restauração de mais 500 km de pavimento e de Obras de Arte.

Av. Francisco Matarazzo, 404 Cj. 701/703 Água Branca - CEP 05001-000 São Paulo/SP

Telefone (11) 3662-4159 - Fax (11) 3662-2192

© Sobratema. A reprodução do conteúdo total ou parcial é autorizada, desde que citada a fonte. Política de privacidade