FECHAR
FECHAR
30 de maio de 2018
Voltar

Petróleo e Gás

Diesel mais barato vai exigir corte de R$ 3,8 bi do Orçamento

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia afirmou que essa conta será
Fonte: UOL

As áreas que perderão dinheiro serão definidas. Para o valor restante, serão usados R$ 5,7 bilhões que o governo tinha sobrando no Orçamento. Todas as medidas valem apenas para o diesel.
O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia disse que as metas das contas públicas não serão afetadas. Ele negou que haja congelamento de preços e afirmou que a Petrobras não será prejudicada.
O ministro disse ainda que a greve dos caminhoneiros, que entrou no seu oitavo dia, está tendo impacto "relevante" na atividade econômica, mas que o governo mantinha a previsão de crescimento de 2,5% do PIB (Produto Interno Bruto). "O governo precisava agir e colocar algo na mesa para economia voltar a funcionar", afirmou.
No domingo, dia 27 de maio, o presidente Michel Temer anunciou redução do preço do diesel em R$ 0,46 por litro por 60 dias, em atendimento às reivindicações dos caminhoneiros. Mesmo assim, os caminhoneiros mantinham nesta manhã a paralisação que tem provocado desabastecimento em todo o país.

Importadores também receberão subsídio do governo
Guardia disse que os R$ 9,5 bilhões garantirão redução de R$ 0,30 no litro do diesel. Trata-se, segundo ele, de uma subvenção do governo federal. Ou seja, o governo vai pagar a Petrobras para compensá-la pela queda no preço do diesel. Além disso, a Petrobras vai passar a reajustar os preços do diesel mensalmente. Antes, a companhia mudava os preços com mais frequência, inclusive diariamente. A subvenção dependerá da edição de uma medida provisória e de aprovação do conselho da Petrobras.
Não será apenas a Petrobras quem receberá dinheiro do governo. Segundo Guardia, os importadores de combustível também serão beneficiados pelo subsídio. "Se não incorporássemos os importadores, estaríamos os prejudicando", afirmou. As importações são responsáveis por aproximadamente 25% do consumo interno.
O governo também decidiu instituir um imposto de importação de diesel. O tributo será um valor fixo em centavos por litro e incidirá toda vez que o preço internacional estiver abaixo de um preço de referência no Brasil.
Guardia: corte também depende do Congresso
Os outros R$ 0,16 de queda no preço do diesel virão por redução de impostos. Para que os impostos sej

Produção editorial: Revista Grandes Construções – Desenvolvido e atualizado por Diagrama Marketing Editoral