FECHAR
29 de agosto de 2019
Voltar

TENDÊNCIAS

Demanda por investimento em infraestrutura estimula participação em feira do setor

Diversas tecnologias para construção e manutenção de rodovias e melhoria do pavimento de ruas estarão em exposição na Paving Expo & Conference South America
Fonte: Assessoria de Imprensa

A demanda brasileira por elevados investimentos em infraestrutura, especialmente nas áreas de transportes, estimula a presença de grandes fabricantes de equipamentos para construção e rodovias e demais estruturas voltadas para o aperfeiçoamento logístico na Paving Expo & Conference, que termina hoje, dia 29 de agosto, em São Paulo.

“A Paving Expo é uma oportunidade de aproximar os setores da cadeia produtiva para apresentar soluções inovadoras que aumentam a eficiência operacional das obras necessárias ao desenvolvimento do Brasil”, afirma Giovanni Borgonovo, gerente de Marketing da New Holland Construction.

Com essa estratégia, a empresa levou para a exposição toda sua linha de máquinas e equipamentos com soluções desenvolvidas para atender as necessidades do setor.

Nos três dias de feira, a empresa exibiu suas escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, motoniveladoras, tratores de esteiras e demais equipamentos para atender diversas aplicações em obras de infraestrutura.

A marca CNH Industrial participou em conjunto com a Shark Máquinas, concessionária que representa a New Holland Construction nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Também o Grupo Wirtgen levou para a Pav...


A demanda brasileira por elevados investimentos em infraestrutura, especialmente nas áreas de transportes, estimula a presença de grandes fabricantes de equipamentos para construção e rodovias e demais estruturas voltadas para o aperfeiçoamento logístico na Paving Expo & Conference, que termina hoje, dia 29 de agosto, em São Paulo.

“A Paving Expo é uma oportunidade de aproximar os setores da cadeia produtiva para apresentar soluções inovadoras que aumentam a eficiência operacional das obras necessárias ao desenvolvimento do Brasil”, afirma Giovanni Borgonovo, gerente de Marketing da New Holland Construction.

Com essa estratégia, a empresa levou para a exposição toda sua linha de máquinas e equipamentos com soluções desenvolvidas para atender as necessidades do setor.

Nos três dias de feira, a empresa exibiu suas escavadeiras hidráulicas, retroescavadeiras, motoniveladoras, tratores de esteiras e demais equipamentos para atender diversas aplicações em obras de infraestrutura.

A marca CNH Industrial participou em conjunto com a Shark Máquinas, concessionária que representa a New Holland Construction nos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Também o Grupo Wirtgen levou para a Paving Expo um alentado portfólio de tecnologias em equipamentos voltados para o segmento de infraestrutura como agregados, fresagem, reciclagem e estabilizadores de solo, para pavimentação e compactação, além de produção de massa asfáltica.

“Em nosso estande, o visitante encontrou soluções completas para construção e recuperação de rodovias”, informa Jandrei Goldschmidt, diretor de marketing da Ciber, empresa do Grupo Wirtgen.

Há expositores que levaram para o evento um conceito que engloba ciclo de vida do empreendimento rodoviário.

É o caso da Bentley Systems que mostrou o ContextCapture, uma solução para modelagem em 3D da realidade, passando pela fase de planejamento e análise das informações que antecedem a construção de uma rodovia.

O processo envolve ainda o ProjectWise e OpenRoads ConceptStation, que são soluções integradas para colaboração e projeto conceitual, até a parte executiva, onde acontecem os estudos mais aprofundados e detalhados do projeto no OpenRoads Designer e OpenBridge.

Para finalizar, a fase da operação, com o gerenciamento da entrega e acompanhamento da obra utilizando o AssetWise, um conjunto de soluções para gerenciamento de ativos da construção de rodovias.

De acordo com os gestores da Bentley, os produtos e serviços ofertados pela empresa foram apresentados de forma detalhada durante um workshop, a fim de demonstrar a interoperabilidade das soluções disponibilizadas que vai na direção da transformação digital para infraestrutura rodoviária brasileira.

Expectativas

O primeiro dia do evento foi marcado pelapresença de diversas autoridades ligadas à área de obras de infraestrutura e em um clima de confiança numa retomada efetiva do segmento.

“Esse é um evento importante para o momento atual do país, pois aqui estão as soluções concretas para muitos dos nossos problemas de infraestrutura”, resumiu o senador Major Olímpio, que participou da solenidade de abertura do evento.

Guilherme Ramos, diretor geral da STO Feiras e Eventos, promotora da exposição, contou sobre como a Paving Expo foi idealizada e ressaltou a importância do evento para o segmento.

“Nosso objetivo é apresentar um evento inovador, no qual o mercado tenha a oportunidade de conhecer as principais tecnologias e tendências para infraestrutura viária e rodoviária, de adquirir conhecimentos técnicos e de realizar relacionamento e negócios”, disse.

“Acreditamos que a Paving pode ser uma excelente oportunidade para discutirmos e aprimorarmos as melhores práticas técnicas e gerenciais de execução das grandes obras de que o Brasil necessita”, acrescentou Anderson Alvarenga Ferreira, coordenador do Escritório de Gestão Estratégica e Riscos Corporativos do DNIT – Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes.

No entender do executivo, o momento é propício para o debate dos principais temas do segmento, pois uma série de obras importantes, como a conclusão das BR-163, no Pará, estão em andamento e devem eliminar alguns gargalos que atrapalham o escoamento da produção.

A deputada Joice Hasselmann destacou a importância da realização da Paving e se colocou à disposição, como representante da Câmara dos Deputados, para auxiliar nas demandas do segmento de infraestrutura.

“Estamos empenhados no Parlamento em encaminhar uma reforma tributária possível no momento para, em seguida, iniciarmos uma reforma administrativa que reduza o tamanho do estado e assim facilite a execução de obras tão fundamentais para o crescimento do país”, comentou a parlamentar.